Livros-reportagem

Notícia, nota, perfil, entrevista são formas usadas pelo jornalismo para relatar os acontecimentos da atualidade. A reportagem é outro gênero informativo do jornalismo, talvez um dos mais valorizados, visto que frequentemente aparece como sinônimo de jornalismo de qualidade e até mesmo era dito, não faz muito tempo, que seria uma forma do jornalismo impresso assegurar sua existência face à avalanche da internet.

No entanto, a mídia impressa tem priorizado textos mais curtos e cede espaço para a publicidade. Assim, a reportagem, ou a grande reportagem, a sua versão mais valorizada, perde mais e mais espaço.

Se nas publicações periódicas a grande reportagem perde espaço para a publicidade e para a brevidade dos tempos atuais, na forma de livro ela tem encontrado todo o espaço de que precisa; é o que indicam o número de títulos disponíveis e o interesse do público.

O livro-reportagem traz grandes reportagens feitas para serem publicadas em livro, com um tratamento mais aprofundado que o costumeiramente encontrado nas publicações periódicas. Edvaldo Pereira Lima diz que o que diferencia o livro-reportagem de outros livros são três condições essenciais: o conteúdo, que deve corresponder ao real, ao factual; o tratamento da linguagem, da montagem e edição que deve ser eminentemente jornalístico; e a função, que deve ser informar, orientar, explicar.

Quando falamos de livro-reportagem aqui, não se trata apenas do livro enquanto objeto físico, mas sim de um gênero discursivo do jornalismo. No acervo da Biblioteca da ECA temos vários exemplos de livros-reportagem apresentados em formato monográfico, entre outras coisas, porque essa é uma das formas usadas pelos alunos de jornalismo para apresentarem seus Trabalhos de conclusão de curso. Veja a lista de TCCs.

rota 66Além dos TCCs que são livros-reportagem temos muitos livros no acervo que são classificados nesse gênero discursivo, caso de alguns bastante apreciados pelo nosso público, como atestam números de circulação de títulos como Rota 66, de Caco Barcellos ou O olho da rua, de Eliane Brum. O livro de Caco Barcellos trata de assassinatos cometidos pela equipe 66 das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar, mais conhecidas como Rota e das quais você já deve ter ouvido falar na boca de certo político paulistano, que pedia a “rrota na rrua”.

É possível retirar uma listagem desse material pelo Dedalus, basta digitar livros-reportagem no campo de busca e restringir a busca ao campo assunto. Nesse caso serão recuperados também obras que têm o livro-reportagem como assunto. Veja alguns títulos de Livros.

Duas indicações de leitura sobre o assunto disponíveis na Biblioteca:

Lima, Edvaldo Pereira. Páginas ampliadas: o livro-reportagem como extensão do jornalismo e da literatura. Localização: 070.43 L732p

Ferreira, Carlos Rogé. Literatura e jornalismo, práticas políticas: discursos e contradiscursos, o novo jornalismo, o romance-reportagem e os livros-reportagem. Localização: 070 F383l

Anúncios

5 Responses to Livros-reportagem

  1. Muito bom o post bem bacana !!

    Curtir

  2. […] Entre livros : sugestões de leitura […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: