Bases de dados e pesquisa acadêmica

Em meio ao percurso acadêmico muitos já devem ter se deparado com o termo “bases de dados”, inserido no contexto dos recursos informacionais oferecidos pela universidade. Mas, afinal o que são bases de dados e por que são tão importantes?

De forma bastante simples, podemos caracterizar as bases de dados como fontes de informação eletrônicas, pesquisáveis e que se relacionam a necessidade de controle, disseminação e visibilidade do conhecimento produzido nos mais variados âmbitos: temático, geográfico e institucional.

A USP assina diferentes bases de dados, relacionadas às variadas áreas do conhecimento. Por ser um recurso pago, seu uso é restrito aos campi da universidade e, para aqueles que possuem vínculo com a USP, é possível obter uma senha para acesso remoto, por meio do VPN. Veja mais informações aqui

technology

A seguir apresentamos algumas bases de dados voltadas para as áreas do conhecimento abrangidas pela Escola de Comunicações e Artes

Art Full Text: traz o texto completo de artigos sobre arte, compreendendo centenas de títulos de revistas científicas, desde a década de 1980 até a atualidade. Além disso, é possível ter acesso a mais de 13.000 dissertações da área de Artes, provenientes de diferentes instituições de ensino. A pesquisa por reproduções de arte também é possível. Abrange artes visuais, arte popular, fotografia, cinema e arquitetura.

Project Muse: reúne expressiva seleção de periódicos especializados na área de Ciências Humanas. Proporciona ao pesquisador o acesso ao texto completo de cerca de 200 títulos em: Artes, Sociologia, Educação, Ética, entre outras áreas.

Classical Music Library: oferece acesso a um vasto acervo de gravações musicais, indo desde o canto gregoriano até gravações de compositores contemporâneos. Traz material de selos importantes como Hyperion, Bridge Records, Sanctuary Classics, Artemis-Vanguard, Hänssler Classic, Vox e outros.

Classical Scores Library: Disponibiliza mais de 24.000 partituras musicais de composições que vão desde a Renascença ao século XXI. Inclui obras com copyright de editoras como Boosey and Hawkes, Universal Edition, Peters e A-R Editions, que podem ser baixadas no formato pdf. Além destas, destacamos na área de Música: RILM Abstracts of Music Literature, RIPM Retrospective Index to Music Periodicals, Oxford Music Online, International Index to Music Periodicals. Leia mais sobre estas bases neste outro post.

Film Index International: Produzida em parceria com o British Film Institute,  oferece indexação aprofundada dos primeiros filmes mudos aos mais recentes campeões de bilheteria, além de informações biográficas completas de mais de 40.000 celebridades. Inclui registros de filmes de diversos países, com ampla cobertura de premiações internacionais e oferece ainda pesquisa de resumos de roteiros. Traz informações detalhadas como: nome do diretor, listas completas de elenco e equipe de filmagem, ano de lançamento, informações sobre a produção, créditos, prêmios, sinopses e referências a publicações sobre cinema.

FIAF: Embora não apresente o texto completo, é bastante abrangente, reunindo diferentes bases de dados: International Index to Film Periodicals, International Index to Television Periodicals, The List of Periodicals Indexed, Treasures from the Film Archives, Bibliography of FIAF Affiliates Publications e International Directory of Film and TV Documentation Collections. A base principal International Index to Film Periodicals abrange publicações periódicas sobre filmes, desde 1972 até o momento presente. Traz citações e faz referência a artigos de mais de 300 títulos, apresentando sua descrição bibliográfica completa. Embora não apresente o texto completo, é uma base de dados abrangente

SCOPUS: indexa mais de 14.000 títulos de 4.000 editoras nas diversas áreas do conhecimento, possui cerca de 27 milhões de resumos, incluindo citações, desde 1996. Os textos completos de revistas assinadas pelo Consórcio CRUESP/Bibliotecas (USP/UNESP/UNICAMP) são visualizados a partir dos resumos, como também é possível verificar artigos científicos na Web, automaticamente, pelo buscador SCIRUS.

Academic Search Premier: é uma base de dados multidisciplinar que oferece acesso ao texto completo de mais de 4.600 periódicos.

Information Science & Technology Abstracts (ISTA): importante base de dados referenciais da área de Ciência da Informação. Reúne artigos de revistas especializadas, livros, relatórios de pesquisa, anais de conferência e patentes. A cobertura remonta à meados da década de 1960.

Library, Information Science & Technology Abstracts with Full Text: disponibiliza o texto completo de periódicos científicos abrangendo os assuntos: biblioteconomia, classificação, catalogação, recuperação de informações online, gestão da informação, dentre outros temas.

LISA: O Library & Information Science Abstracts é uma ferramenta internacional de resumos e indexação, elaborada para profissionais da área de biblioteconomia e outros especialistas da área da informação. Conta atualmente com resumos de mais de 440 periódicos, publicados em mais de 68 países, num número superior a 20 idiomas.

Quem estiver interessado em conhecer bases de dados de uma área específica pode agendar um horário para vir à biblioteca da ECA, neste caso um bibliotecári@ irá lhe ensinar a realizar pesquisas utilizando estratégias de busca adequadas para recuperar informações pertinentes ao seu tema de interesse. Para agendar um horário, clique aqui.

Para escrever este post lemos: Comunicação & produção científica: contexto, indicadores e avaliação. Organizado por Dinah A. Poblacion, Geraldina P. Witter e José Fernando Modesto

   

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: