Filmes nacionais

Elaboramos uma sugestão de filmes nacionais para aqueles que querem aproveitar o acervo da Biblioteca da ECA no mês de julho! Confira

Foto__Narradores_de_Jave

Cena do filme Narradores de Javé

Narradores de Javé (2003, Direção Eliane Caffé)

O pequeno vilarejo de Javé, no sertão nordestino, está prestes a desaparecer coberto pelas águas de uma hidrelétrica. Para impedir esse acontecimento, os habitantes decidem escrever sua história e tentar transformar o local em patrimônio histórico. Para isso eles têm que trazer de volta a Javé a única pessoa alfabetizada das redondezas, o ex-carteiro Antônio Biá, que havia sido expulso da cidade por inventar fofocas sobre os moradores e as enviado por carta para amigos e parentes. Na época, foi a maneira que ele encontrou para manter seu emprego no correio, que iria fechar devido a baixa circulação de cartas. Antônio Biá é incumbido de recuperar a história e transpor para o papel, de forma científica, as memórias dos moradores mais antigos. Uma tarefa difícil porque nem sempre os habitantes concordam sobre qual, dentre todas as versões, deverá prevalecer na memória do povoado.

Estômago (2007, Direção Marcos Jorge)

Raimundo Nonato foi para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor. Contratado como faxineiro em um bar, logo ele descobre que possui um talento nato para a cozinha. E é nas cozinhas deste boteco, de um restaurante italiano e de uma prisão que Nonato vive sua intrigante história e também aprende as regras da sociedade dos que devoram ou são devorados. Regras que ele usa a seu favor, denunciando para o telespectador as transformações que um meio hostil opera num ser humano, preocupado com sua sobrevivência diária.

A festa da Menina Morta (2008, Direção Matheus Nachtergaele)

Há 20 anos uma pequena população ribeirinha do alto Amazonas comemora a Festa da Menina Morta, celebração de um milagre que brota da morte de uma menina, e é atribuído a Santinho. O culto às roupas rasgadas e manchadas de sangue, pertencentes à menina, se desenrola na procissão-festa –  marcada por música, comilança e bebedeira –, que cresceu indiferente à dor do irmão da menina morta, Tadeu.

Lição de amor (1975, Direção Eduardo Escorel)

São Paulo, anos 1920. Um rico industrial contrata uma governanta alemã para dar aulas aos seus filhos. Dentre as atribuições da governanta, está ensinar os segredos do amor ao filho adolescente.

Cena do filme Terra estrangeira

Cena do filme Terra estrangeira

Terra estrangeira  (1995, Direção Walter Salles Jr, Daniela Thomas)

Anos 90. Sem perspectiva de vida num Brasil tomado pelo caos em plena era Collor, Paco (Fernando Alves Pinto) decide viajar para Portugal após a morte da mãe. Ele leva consigo um objeto contrabandeado, dando início a uma vertiginosa história policial. Em Portugal Paco encontra Alex, uma garçonete que namora Miguel – músico desempregado que sobrevive fazendo contrabando. Junto com a perda da inocência, o medo e a proximidade da morte, surge a possibilidade de redenção através do amor.

Jogo de cena (2006, Direção Eduardo Coutinho)

23 mulheres contam suas histórias para a câmera, relatando momentos cruciais em sua relação com os filhos e com os pais. Em alguns casos, o depoimento é interpretado por atrizes, algumas bastante conhecidas do público, outras não. Em outros casos, é a própria personagem que narra sua história. Algumas histórias se repetem, tornando difícil para o espectador distinguir a atriz da personagem real. Completando o quadro, uma das atrizes conta uma experiência de sua vida pessoal.

O ano em que meus pais saíram de férias (2006, Direção Cao Hamburguer)

Em 1970, Mauro, com 12 anos de idade, tem o sonho de ver o Brasil tri-campeão do mundo. Entretanto, sua vida é transformada quando o menino se vê obrigado a viver longe dos pais que, por serem militantes de esquerda, vão viver na clandestinidade e o deixam aos cuidados do avô. Porém, algo inesperado sucede com o avô, e o garoto fica sozinho. Quem acaba tomando conta dele é Shlomo, o vizinho, um velho judeu solitário. Ao retratar a trajetória de Mauro e as histórias de seus pais e seu avô, o roteiro mistura temas diversos: a grande presença de imigrantes estrangeiros em São Paulo, representada pelo bairro do Bom Retiro no ano de 1970, cenas da copa do mundo de 1970 e, ainda, a opressão e violência do momento mais intenso da ditadura militar no Brasil.

O auto da Compadecida (2000, Direção Guel Arraes)

Adaptado da obra de Ariano Suassuna, narra as aventuras dos nordestinos João Grilo e Chicó. Homens pobres e que recorrem a sua esperteza para lutar pelo pão de cada dia, enganando os moradores de um pequeno vilarejo no sertão da Paraíba.

Para conferir a disponibilidade do filme acesse o Dedalus

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: