11 filmes para viajar pelo Brasil

No Estados Unidos o road movie é considerado por muitos teóricos um gênero com características próprias. O interesse pelas estradas teria a ver com a história da sociedade norte-americana e sua ligação com rodovias e carros. Filmes como Bonnie e Clyde e Sem destino (Easy Rider), são considerados inaugurais e determinantes para os limites e características do gênero.

No Brasil também temos alguns filmes que têm a estrada como cenário e alguns deles vocês podem assistir aqui na Biblioteca da ECA ou levar emprestado para ver em casa.

bye-bye-brasil

Bye, bye, Brasil

1.Bye, bye, Brasil

(Cacá Diegues, 1979). Sucesso de público e considerado por alguns o melhor filme do diretor.

2. Noites paraguayas

(Aloysio Raulino, 1982). O diretor fez o curso de cinema na ECA. Este, ele escreve, dirige, fotografa e produz.

o caminho das nuvens

O caminho das nuvens

3. O caminho das nuvens

(Vicente Amorim, 2003). Um bike movie. Uma família parte da Paraíba para o Rio de Janeiro. Inspirado em fatos reais.

4. Cinema, aspirinas e urubus

(Marcelo Gomes, 2005). Buddy movies são filmes em que uma dupla se aventura pela estrada, tema presente em westerns e também nos road movies. No nosso exemplar, um alemão fugido da guerra e um nordestino, fugindo da miséria, se encontram no sertão.

CinemaAspirinas-e-Urubus-1

Cinema, aspirinas e urubus

5. Jorge, um brasileiro

(Paulo Thiago, 1989). Alguns dizem que o livro homônimo no qual se baseou esse filme, é nosso On the road. O livro também deu origem à série Carga pesada, exibida na tevê. Paulo Thiago tem em seu currículo outras adaptações de textos literários.

6. Mar de rosas

(Ana Carolina, 1977). Junto com Das tripas coração e Sonho de valsa, que também temos na biblioteca, faz parte da “trilogia feminina” da diretora. “Um estranho road movie em que aparece um personagem aproveitador, um casal entediado que faz de tudo para escapar à monotonia, um casal de noivos mortos no canal do mangue, etc.”

7. Tapete vermelho

(Luiz Alberto Pereira, 2005) Mais um diretor oriundo da ECA, das primeiras turmas, aliás, seu primeiro curta foi feito aqui na ECA, Monteiro Lobato. Nesse aqui, uma família passa por seis cidades do interior paulista e vem parar na capital, em busca de um cinema para assistir a um filme de Mazzaropi.

8. Hotel Atlântico

(Suzana Amaral, 2009). Mais uma ex-ecana, da primeiríssima turma. Longa baseado no livro homônimo de João Gilberto Noll.

árido movie

Árido movie

9. Árido movie

(Lírio Ferreira, 2005). A literatura de cinema diz que o sertão é nosso western. Além do sertão, o filme tematiza relações familiares, vingança etc.

10. Iracema, uma transa amazônica

(Jorge Bodanzky, Orlando Senna, 1974). Filme polêmico em seu lançamento. Uma provocação ao projeto desenvolvimentista do qual a Transamazônica era um símbolo, por conta disso foi proibido durante anos pelo governo militar. “Iracema marca também o início de um estilo cinematográfico […] ocupando uma zona limítrofe com o documentário”.

11. Central do Brasil

(Walter Salles, 1998). Além de Central do Brasil, Walter Salles tem outras incursões pelo gênero: Terra estrangeira, Diários de motocicleta e Na estrada.

As citações do texto vêm da Enciclopédia do cinema brasileiro, organizada por Fernão Ramos e  Luiz Felipe Miranda, disponível nas estantes da Biblioteca r791.430981 E56

Mais informações:

http://revistapesquisa.fapesp.br/2015/04/10/o-brasil-na-estrada/

http://www.revistas.usp.br/significacao/article/viewFile/70902/73794

http://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/51167

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: