Paulo Emílio Salles Gomes

Paulo Emílio Salles Gomes foi professor da ECA e da Universidade de Brasília, crítico de cinema e escritor de ficção. Foi também um dos criadores da Cinemateca Brasileira e do mais antigo festival de cinema do país, o Festival de Brasília. Em cada uma dessas atividades teve grande reconhecimento, no entanto, foi como crítico de cinema que sua produção mais repercutiu e é, ainda hoje, considerada fundamental.

No centenário de seu nascimento, que se comemora este ano, em 17 de dezembro, homenagens e matérias relembram sua trajetória e sua obra:

Cinema Brasileira: http://www.cinemateca.gov.br/100pauloemilio/.

Itaú Cultural: http://www.itaucultural.org.br/programe-se/agenda/evento/seminario-100-paulo-emilio/

Festival de Brasília: http://www.planetatela.com.br/noticia/festival-de-brasilia-homenageara-paulo-emilio/

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo: http://40.mostra.org/br/conteudo/destaques/386

Cinusp Paulo Emilio: https://www.facebook.com/events/1158580000881696/

Jornal da USP: http://jornal.usp.br/especial/pauloemilio/

Abaixo, algumas referências de sua produção.

CLIMA. São Paulo: Lourival Gomes Machado, 1941-1944. (Boa parte dos colaboradores da revista Clima viriam depois a participar do Suplemento literário do Estadão).

A personagem cinematográfica. In: Candido, Antonio et al. A personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 1992.

Capitu. São Paulo: Cosac Naify, 2008. (Obras completas de Paulo Emilio; 3).

Cemitério, mais a peça teatral Destinos. São Paulo: Cosac Naify, 2007. (Obras completas de Paulo Emilio; 2).

Cinema: trajetória no subdesenvolvimento. 2.ed. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

Crítica de cinema no Suplemento literário. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981. (Os dois volumes dessa obra reúnem toda a produção assinada do crítico no Suplemento literário do jornal O Estado de São Paulo).

Humberto Mauro, Cataguases, Cinearte. São Paulo: Perspectiva; Edusp, 1974.

Jean Vigo. Los Angeles: University of California Press, 1971.

Nota aguda. In: Gerber, Raquel et al. Glauber Rocha. Rio de Janeiro : Paz e Terra, 1977. (Prefácio).

O cinema no século. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

Panorama do cinema brasileiro: 1896/1966. São Paulo: CTR/ECA/USP, 1970. F153.

Pequeno cinema antigo; Panorama do cinema brasileiro: 1896/1966; Cinema: trajetória no subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Paz e Terra; Embrafilme, 1980.

70 anos de cinema brasileiro. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1966. Em co-autoria com Adhemar Gonzaga.

Três mulheres de três PPPês. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

Três mulheres de três pppês. São Paulo: Cosac Naify, 2007. (Obras completas de Paulo Emilio; 1).

Vigo, vulgo Almereyda. São Paulo: Cosac Naify, c2009. (Obras completas de Paulo Emilio; 4).

Paulo Emilio também desempenhou papel como ator em filme de 1973, produção da ECA-USP, O SISTEMA do Dr. Alcatrão e do Prof. Pena. Direção: Luiz Alberto Mendes Pereira (Gal).

Há no acervo teses, dissertações e livros sobre sua trajetória

Cinema da Universidade de São Paulo – CINUSP. Paulo Emílio ano 80: mostra de filmes, debates, palestras, depoimentos. Curadoria Carlos Augusto Calil. São Paulo: Cinusp, 1996.

Calil, Carlos Augusto; Machado, Maria Teresa (orgs.). Paulo Emilio: um intelectual na linha de frente. Rio de Janeiro: Embrafilme; São Paulo: Brasiliense, 1986.

Dias, Paula Cristina Cleto. Crítica x resenha: um panorama das revistas de cinema. São Paulo, 1992. (Trabalho de conclusão de curso).

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Lucidez de Paulo Emilio: mostra de filmes, mesa redonda, palestras, exposição. Brasília: s.n., 1997.

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Paulo Emilio Salles Gomes : o homem que amava o cinema e nós que o amávamos tanto. (Publicação organizada por Maria do Rosário Caetano). Brasília : Secretaria de Cultura do Distrito Federal, 2012.

Fundação para o Desenvolvimento da Educação. Centro de Documentação e Informação para a Educação (São Paulo). Capitu. Direção: Paulo Cesar Saraceni; Roteiro: Lygia Fagundes Teles, Paulo Emilio Salles Gomes e Paulo Cesar Saraceni. São Paulo : FDE/CEDUC, 1992. (Série: Apontamentos ; 195).

Futemma, Olga Toshiko. Rastros de perícia, método e intuição: descrição do arquivo Paulo Emílio Sales Gomes. São Paulo, 2006. (Dissertação de mestrado).

Mendes, Adilson. A crítica viva de Paulo Emilio. São Paulo, 2012. (Tese de doutorado).

Mendes, Adilson. Escrever cinema: a crítica de Paulo Emílio Sales Gomes (1935-1952). São Paulo: 2007. (Dissertação de mestrado).

Mendes, Adilson (org.). Paulo Emilio Sales Gomes. Rio de Janeiro: Azougue, 2014.

Mendes Adilson. Trajetória de Paulo Emílio. Cotia: Ateliê Editorial, 2013.

Pinto, Pedro Plaza. Paulo Emilio e a emergência do cinema novo: débito, prudência e desajuste no diálogo com Glauber Rocha e David Neves. São Paulo, 2008. (Tese de doutorado).

Reis, Francis Vogner dos. Problemas da tradição crítica: ensaios sobre o ideário moderno do cinema brasileiro. São Paulo: 2014. (Dissertação de mestrado).

EULALIO, Alexandre. Paulo Emilio contista satírico. In: GOMES, Paulo Emilio Salles. Três mulheres de três Pppês. (Fortuna crítica). São Paulo: Cosac Naify, 2007.

Todas as obras citadas fazem parte do acervo da Biblioteca da ECA.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: