Paulo Emílio Salles Gomes

Paulo Emílio Salles Gomes foi professor da ECA e da Universidade de Brasília, crítico de cinema e escritor de ficção. Foi também um dos criadores da Cinemateca Brasileira e do mais antigo festival de cinema do país, o Festival de Brasília. Em cada uma dessas atividades teve grande reconhecimento, no entanto, foi como crítico de cinema que sua produção mais repercutiu e é, ainda hoje, considerada fundamental.

No centenário de seu nascimento, que se comemora este ano, em 17 de dezembro, homenagens e matérias relembram sua trajetória e sua obra:

Cinema Brasileira: http://www.cinemateca.gov.br/100pauloemilio/.

Itaú Cultural: http://www.itaucultural.org.br/programe-se/agenda/evento/seminario-100-paulo-emilio/

Festival de Brasília: http://www.planetatela.com.br/noticia/festival-de-brasilia-homenageara-paulo-emilio/

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo: http://40.mostra.org/br/conteudo/destaques/386

Cinusp Paulo Emilio: https://www.facebook.com/events/1158580000881696/

Jornal da USP: http://jornal.usp.br/especial/pauloemilio/

Abaixo, algumas referências de sua produção.

CLIMA. São Paulo: Lourival Gomes Machado, 1941-1944. (Boa parte dos colaboradores da revista Clima viriam depois a participar do Suplemento literário do Estadão).

A personagem cinematográfica. In: Candido, Antonio et al. A personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 1992.

Capitu. São Paulo: Cosac Naify, 2008. (Obras completas de Paulo Emilio; 3).

Cemitério, mais a peça teatral Destinos. São Paulo: Cosac Naify, 2007. (Obras completas de Paulo Emilio; 2).

Cinema: trajetória no subdesenvolvimento. 2.ed. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

Crítica de cinema no Suplemento literário. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981. (Os dois volumes dessa obra reúnem toda a produção assinada do crítico no Suplemento literário do jornal O Estado de São Paulo).

Humberto Mauro, Cataguases, Cinearte. São Paulo: Perspectiva; Edusp, 1974.

Jean Vigo. Los Angeles: University of California Press, 1971.

Nota aguda. In: Gerber, Raquel et al. Glauber Rocha. Rio de Janeiro : Paz e Terra, 1977. (Prefácio).

O cinema no século. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

Panorama do cinema brasileiro: 1896/1966. São Paulo: CTR/ECA/USP, 1970. F153.

Pequeno cinema antigo; Panorama do cinema brasileiro: 1896/1966; Cinema: trajetória no subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Paz e Terra; Embrafilme, 1980.

70 anos de cinema brasileiro. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1966. Em co-autoria com Adhemar Gonzaga.

Três mulheres de três PPPês. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

Três mulheres de três pppês. São Paulo: Cosac Naify, 2007. (Obras completas de Paulo Emilio; 1).

Vigo, vulgo Almereyda. São Paulo: Cosac Naify, c2009. (Obras completas de Paulo Emilio; 4).

Paulo Emilio também desempenhou papel como ator em filme de 1973, produção da ECA-USP, O SISTEMA do Dr. Alcatrão e do Prof. Pena. Direção: Luiz Alberto Mendes Pereira (Gal).

Há no acervo teses, dissertações e livros sobre sua trajetória

Cinema da Universidade de São Paulo – CINUSP. Paulo Emílio ano 80: mostra de filmes, debates, palestras, depoimentos. Curadoria Carlos Augusto Calil. São Paulo: Cinusp, 1996.

Calil, Carlos Augusto; Machado, Maria Teresa (orgs.). Paulo Emilio: um intelectual na linha de frente. Rio de Janeiro: Embrafilme; São Paulo: Brasiliense, 1986.

Dias, Paula Cristina Cleto. Crítica x resenha: um panorama das revistas de cinema. São Paulo, 1992. (Trabalho de conclusão de curso).

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Lucidez de Paulo Emilio: mostra de filmes, mesa redonda, palestras, exposição. Brasília: s.n., 1997.

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Paulo Emilio Salles Gomes : o homem que amava o cinema e nós que o amávamos tanto. (Publicação organizada por Maria do Rosário Caetano). Brasília : Secretaria de Cultura do Distrito Federal, 2012.

Fundação para o Desenvolvimento da Educação. Centro de Documentação e Informação para a Educação (São Paulo). Capitu. Direção: Paulo Cesar Saraceni; Roteiro: Lygia Fagundes Teles, Paulo Emilio Salles Gomes e Paulo Cesar Saraceni. São Paulo : FDE/CEDUC, 1992. (Série: Apontamentos ; 195).

Futemma, Olga Toshiko. Rastros de perícia, método e intuição: descrição do arquivo Paulo Emílio Sales Gomes. São Paulo, 2006. (Dissertação de mestrado).

Mendes, Adilson. A crítica viva de Paulo Emilio. São Paulo, 2012. (Tese de doutorado).

Mendes, Adilson. Escrever cinema: a crítica de Paulo Emílio Sales Gomes (1935-1952). São Paulo: 2007. (Dissertação de mestrado).

Mendes, Adilson (org.). Paulo Emilio Sales Gomes. Rio de Janeiro: Azougue, 2014.

Mendes Adilson. Trajetória de Paulo Emílio. Cotia: Ateliê Editorial, 2013.

Pinto, Pedro Plaza. Paulo Emilio e a emergência do cinema novo: débito, prudência e desajuste no diálogo com Glauber Rocha e David Neves. São Paulo, 2008. (Tese de doutorado).

Reis, Francis Vogner dos. Problemas da tradição crítica: ensaios sobre o ideário moderno do cinema brasileiro. São Paulo: 2014. (Dissertação de mestrado).

EULALIO, Alexandre. Paulo Emilio contista satírico. In: GOMES, Paulo Emilio Salles. Três mulheres de três Pppês. (Fortuna crítica). São Paulo: Cosac Naify, 2007.

Todas as obras citadas fazem parte do acervo da Biblioteca da ECA.

4 Responses to Paulo Emílio Salles Gomes

  1. Paula disse:

    Me sera de gran utilidad.

    Curtir

  2. Gabriela disse:

    Tienes twitter?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: