Acesso suspenso

Um dos recursos mais importantes para quem faz pesquisa na USP são as bases de dados para busca de artigos de periódicos acadêmicos.

O portal do SIBi relaciona nada menos que 222 bases! Algumas delas são assinadas pela USP, outras pela CAPES, algumas são de acesso aberto.

JStor, Scopus, Web of Science e Lisa, para citar alguns exemplos, são nomes que moram no coração de quem está fazendo sua tese, dissertação, TCC ou qualquer outro trabalho que exija acesso à literatura especializada de qualidade reconhecida.

Infelizmente, estamos sem acesso a diversas dessas bases, algumas há bastante tempo. Vários usuários já vieram até nós manifestar sua profunda insatisfação (para dizer o mínimo).

O problema é que a renovação de algumas assinaturas não tem sido feita, e o acesso ao serviço é cortado pelo fornecedor. As causas variam: falta de recursos, questões jurídicas, problemas da CAPES ou das próprias empresas que fornecem as bases. O Departamento Técnico do Sistema Integrado de Bibliotecas da USP, que é responsável pela renovação das assinaturas, nos enviou informações sobre cada caso.

No momento, as bases de interesse da ECA que estão com o acesso interrompido são:

Art Full Text

(sem acesso desde  maio de 2017)

Recurso abrangente para a informação artística com artigos em texto completo de mais de 300 periódicos que remontam a 1995 e de resumo de mais de 600 periódicos desde 1984,  incluindo 280 revistas com revisão por pares, bem como indexação e resumos de mais de 13.000 dissertações de arte. Indexa também quase 200.000 reproduções de arte. Inclui arte decorativa e comercial, arte popular, fotografia, cinema e arquitetura. É uma das melhores fontes de informação especializada para a área de Artes.

A renovação da assinatura está em análise na Procuradoria Geral da USP.

Business Source Complete

(sem acesso desde maio de 2017)

Inclui resumos das revistas científicas de negócios mais importantes desde 1886. Ideal para acessar revistas em texto completo em todas as disciplinas de negócios, incluindo marketing, gerenciamento, contabilidade, finanças e economia. Há também textos completos adicionais de conteúdo não-periódico que inclui dados financeiros, livros, monografias, trabalhos de referência principais, conferências, estudos de caso, relatórios de pesquisa de investimento, relatórios de indústria, relatórios de pesquisa de mercado, relatórios de país, perfis de companhia, análises SWOT e muito mais. Fonte de informação muito importante para as áreas de Turismo, Relações Públicas e Publicidade.

A renovação da assinatura está em análise na Procuradoria Geral da USP.

JSTOR – Arts and Sciences

(sem acesso desde início de 2018)

Base multidisciplinar, está entre as mais conhecidas e utilizadas pelo pesquisador da área de artes. Das 15 coleções da base, apenas uma delas continua disponível.

Está em processo de renovação, mas não temos previsão de quando o acesso será regularizado.

Dissertations and Theses

(sem acesso há mais de dois anos)

A única base de dados que dá acesso a dissertações e teses em âmbito internacional. A base nem consta mais do portal de bases de dados do SIBi.

Não há previsão de pagamento para este ano, devido a problemas orçamentários.

FIAF

(sem acesso desde o início de 2018)

A melhor e mais completa base para busca de informação em cinema e televisão, desenvolvida pela Federação Internacional dos Arquivos de Filmes.

A renovação era feita com a Dot Lib, que era representante da OVID, editora da base de dados FIAF. A OVID tirou a representação da Dot Lib e ainda não está em negociação com o DT-SIBi. Não há previsão de renovação para este ano.

Classical Music Library e Classical Scores Library

(Acesso interrompido há cerca de um mês)

Bases de gravações e partituras musicais, complementam nosso acervo físico.

Bases de dados assinadas pela CAPES. Até o momento, o DT-SIBi não recebeu nenhuma informação sobre cancelamento da assinatura. Caso isso ocorra, o título não será renovado pelo DT-SIBi, por falta de verba.

A solução do problema não está ao alcance da Biblioteca da ECA. Tudo o que podemos fazer é defender, junto ao DT-SIBi, a importância da manutenção dessas assinaturas e alertar todas as instâncias envolvidas no processo de renovação para os prejuízos que a interrupção do acesso causa aos nossos pesquisadores.

Nossa Comissão de Biblioteca e a Comissão de Pós-graduação da ECA devem se manifestar a respeito, em breve.

Enquanto isso, os pesquisadores órfãos do JStor e outras bases podem procurar a Biblioteca da ECA para tentar descobrir fontes de informação alternativas. Algumas das bases de dados multidisciplinares, embora menos completas do que as especializadas, trazem conteúdos de revistas das áreas afetadas. Não custa tentar!

 

fotos: 1. Thomas Hawk:I Will Never Break Your Heart (Flickr); 2. Nancy L. Stockdale: I miss you (Flickr)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: