“Os jovens pediam Bizz”

Década de 1980. Diretas Já, Redemocratização e Rock’n’Roll. O rock nacional ditava a posição do ponteiro de sintonia das rádios do país, o Rock in Rio trazia grandes estrelas da música e colocava o país na rota dos shows internacionais, bandas pipocavam aqui e lá fora, e havia uma juventude ansiosa para acompanhar tudo isso.

Foi assim, no apagar das luzes da trevosa ditadura e com o rock chegando às pessoas da sala de jantar, que a Bizz apareceu, em agosto de 1985. E chegou chegando! Vendeu logo de cara 100 mil exemplares. Trouxe na capa do primeiro número Bruce Springsteen e pelas suas páginas passaria boa parte da música que era sucesso naqueles anos: R.E.M., Guns N’ Roses, Legião Urbana, Rolling Stones, Paralamas do Sucesso, INXS, Madonna, Pearl Jam, Gilberto Gil.

Era rockeira, mas falava também de pop, MPB, cinema, vídeo, quadrinhos, para um leitor jovem, urbano e de classe média.

O sucesso fez surgir edições especiais e encartes que acompanhavam a revista, como Bizz Letras Traduzidas, Ídolos do Rock, Guia do Rock de A-Z, e inspirou o surgimento de outros títulos nessa seara do jornalismo segmentado, como a revista Set, voltada para cinema e vídeo, e também presente em nosso acervo.

Depois de idas e vindas, mudanças de editora, nome, leiaute e público, deixa de circular definitivamente em 2007.

Bizz oferece uma visão privilegiada, de dentro, no calor do momento do boom do rock brasileiro, mas oferece muito mais pano pra manga: jornalismo cultural para jovens, jornalismo segmentado, pop-rock europeu e estadunidense, quadrinhos, cinema, vídeo, MPB… e agora está aqui, nas nossas estantes.

Para saber mais:

No acervo, Bizz, do nº 6, de 1986 ao 108, de 1994, com lacunas.

O título do post foi emprestado do TCC de Patrícia Kisse, Os jovens pediam BIZZ: reportagem-ensaio sobre a revista Bizz, especializada em música popular e sua importância entre as produções culturais para jovens. Trabalho de conclusão de curso de jornalismo. Localização: TC1192

Na batida do som: Bizz e o jornalismo de revista. Trabalho apresentado no VIII Encontro Nacional de História da Mídia, por Renan Guerra, Tamara Finardo e Mara Ribeiro. Aqui: http://porteiras.s.unipampa.edu.br/gphm/files/2011/06/Na-Batida-do-Som.pdf

A revista Bizz, por Guilherme Werneck. Aqui: http://www.digestivocultural.com/ensaios/ensaio.asp?codigo=131&titulo=A_revista_Bizz.

No site da editora Abril: http://www.bizz.abril.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: