Circula… Não circula

Circular tem entre seus sentidos deslocar-se em diversas direções; transitar; viajar; movimentar-se entre pessoas; passar de mão em mão; estar em circulação entre o público leitor. Todas essas acepções para o verbo circular estão no dicionário Houaiss.

No nosso catálogo, o Dedalus, foi essa a palavra escolhida para indicar que um item pode ser emprestado. No entanto, esse sentido nem sempre é apreendido de forma imediata por alguns dos nossos frequentadores.

Muita gente frequenta bibliotecas à procura de livros para emprestar, e, no caso da Biblioteca da ECA, a imensa maioria do material que está nas estantes pode ser emprestada. Livros, revistas, DVD, partituras, CD, enfim, quase tudo pode passar de mão em mão, ir para sua casa.

Mas há uma parte do acervo que não circula, disponível apenas para consulta no espaço da biblioteca. Isso pode acontecer por vários motivos.

Veja alguns casos:

Peças de teatro não editadas: são materiais únicos, não comercializados, sem possibilidade de reposição.

Teses e dissertações antigas: um exemplar não circula, pois a USP exige que esses trabalhos estejam permanentemente à disposição para consulta. Como os anteriores, são documentos impressos não editados nem comercializados.

Coleções especiais de revistas antigas, jornais, livros, quadrinhos e partituras manuscritas. Nesses casos são considerados fatores como raridade, dificuldade de reposição e outros critérios adotados pela Biblioteca.

Trabalhos de artistas e livros de artistas, principalmente pelas características físicas do material.

Obras de referências: documentos para consulta rápida e pontual, como dicionários e enciclopédias.

Reserva didática: professores solicitam que títulos da bibliografia de sua disciplina fiquem reservados para uso apenas no espaço da biblioteca, dessa forma sempre haverá um exemplar para consulta e leitura disponível.

Memorial: uma espécie de curriculum vitae que o professor apresenta ao participar de um concurso, detalhando sua produção acadêmica. Não circulam porque fazem parte da memória da Escola e são documentos únicos.

Discos em vinil: suporte frágil

Então é isso. Circula quer dizer que você pode tomar emprestado, levar para casa, levar com você para a praia, mas significa também que deve voltar para a biblioteca no prazo combinado e nas mesmas condições em que saiu.

Não circula é usado para materiais de consulta e leitura locais, mas que, eventualmente, podem ter partes xerocadas.

Mas há um detalhe: antigamente os critérios eram diferentes e bem mais rígidos. Livros de arte ou de fotografia com muitas ilustrações, importados e muito caros, geralmente não circulavam. Essa regra foi mudada, mas ainda temos livros no acervo marcados com o carimbo de “não podem ser emprestados” que, na verdade, podem. Encontrando um desses, fale conosco. Se realmente não existir um motivo relevante para a restrição ao empréstimo, mudaremos a situação do livro para que você possa emprestá-lo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: