No princípio era a balbúrdia

A balbúrdia, essa famigerada, apareceu entre nós em 1713, segundo o Houaiss, e virou assunto nacional recentemente por conta do debate político envolvendo cortes de verbas das universidades e institutos federais.

Mas a balbúrdia pode ser também objeto de estudo, assunto para uma pesquisa acadêmica. E se você estiver interessado em pesquisar o assunto, ou mais precisamente essa balbúrdia usada como álibi para o corte de verbas, é preciso primeiro entender o que se quis dizer com essa palavra, e depois traduzi-la para o nosso vocabulário de indexação. Algumas possibilidades de tradução abaixo.

Se quando nossos dignitários falaram em balbúrdia estavam se referindo a um estado de desordem que pede uma intervenção divina, nesse caso há um conceito presente em nosso vocabulário de indexação que serve muito bem, caos. O conceito vem de áreas como filosofia e mitologia. Em nosso acervo aparece de forma episódica ou aplicado às nossas áreas de estudo.

 

Pode ser também que a balbúrdia nesse caso sejam os conflitos sociais surgidos em decorrência das contradições e desigualdades sociais, das lutas por mobilidade social e mudanças. Nesse caso, busque pelas expressões em negrito neste parágrafo. Algumas indicações:

Contestado

Canudos

Seca

 

 

 

 

 

 

Clique na imagem para ampliar.

Mas se a balbúrdia que incomoda for o pensamento crítico, ou simplesmente um jeito de ver as coisas que não é o do incomodado, nesse caso a palavra adequada para traduzir a balbúrdia em nosso sistema talvez seja ‘ideologia’.

A universidade é o espaço onde a balbúrdia pode ser estudada e problematizada. Mãos à obra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: