O que fazer sem sua base de dados predileta?

[atualizado em 12.02.21]

Recentemente fomos surpreendidos com a notícia de que o Portal CAPES não renovou a assinatura das bases da Proquest. Isso quer dizer que, sem aviso prévio, perdemos o acesso a duas bases de dados muito usadas pelos pesquisadores da ECA:  Library & Information Science Abstracts (LISA) e Education Resources Information Center – ERIC.

É importante que a comunidade acadêmica se organize para tentar reverter essa decisão, que pode prejudicar diversas pesquisas em andamento. Mas, o que fazer enquanto isso? É o que vamos explicar agora.

A base LISA é a fonte mais completa para a área de Biblioteconomia e Ciências da Informação, porque indexa a maior quantidade de revistas da área, com o maior tempo de cobertura. É a base de dados que os professores da área mais conhecem e indicam para os alunos, e perdê-la é um problema sério. Mas, felizmente, existem alternativas. As bases Information Science & Technology Abstracts (ISTA)Library, Information Science & Technology Abstracts with Full Text, ambas  da empresa EBSCO, também são boas fontes de informação especializada na área. Ambas podem ser acessadas pela página de bases de dados da AGUIA (Agencia USP de Gestão da Informação Acadêmica).

A Scopus e Web of Science, bases de dados multidisplinares, também devem ser consultadas. A primeira tem a reputação de ser a maior para a área de humanidades, mas é importante que o pesquisador consulte as duas e verifique qual dá os melhores resultados. Acessem pelo link da página da AGUIA.

O próprio Portal CAPES deve ser explorado em busca de outras fontes. Buscando – por exemplo – por “information science” como assunto no Portal, recuperamos mais de 170.000 resultados, mesmo excluindo a LISA do total. E usando o filtro Coleção, conseguimos descobrir quais bases trazem o melhor resultado para esse assunto. 

Para a área de educação, bastante pesquisada pelo pessoal do nosso curso de Educomunicação, não temos acesso a nenhuma outra base especializada. Vale a mesma orientação de buscar nas bases multidisplinares e no Portal CAPES. 

Dica importante para quem já havia feito o levantamento da LISA ou na ERIC, mas não baixou o PDF dos artigos: verifique se as revistas estão disponíveis em outras fontes. Para descobrir isso, basta acessar a lista de revistas eletrônicas da AGUIA e procurar pelo título da revista.  O sistema vai informar onde está disponível o título e em qual período. Algumas revistas estão em acesso livre, total ou parcial. Vejam o exemplo da revista Cataloging & Classification Quarterly:

Vejam também este vídeo, que explica esse procedimento para localizar revistas.

E não se esqueçam de entrar em contato conosco sempre que precisarem localizar fontes de informação, revistas, artigos etc. Mandem e-mail para ecabiblioteca@usp.br. Responderemos rapidamente.

Todos as bases citadas neste post são assinaturas pagas. Necessitam, portanto, de conexão à rede VPN da USP para acesso remoto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: