Guerra: uma seleção de filmes

05/08/2019

A temática Guerra é o destaque dessa seleção de filmes que apresenta obras centradas em conflitos – armados ou não – desencadeados com o intuito de proteger interesses materiais ou ideológicos. Essas disputas entre nações, partidos, etnias, enfim, entre grupos que de algum modo apresentam diferenças entre si entram em cena para colocar o telespectador em contato com a força de ações e emoções humanas que delineiam rumos de nossa história.

Imagem de Noite e Neblina (1955). Alain Resnais

Confira aqui a lista de filmes.


Mães: uma seleção de filmes

06/05/2019

Neste mês nossa seleção de filmes traz como destaque o tema Mães. Os filmes apresentam ao telespectador diferentes enredos que nos revelam fases e faces dessa função desempenhada sempre numa relação com o outro e, também, consigo mesma.

De amores, a rancores e amarguras, a presente seleção coloca-nos diante de diferentes nuances que podem marcar o papel de mãe, delineado tanto na biologia como nas conformações sociais.

 

Cena do filme Je vous salue Marie (1984) de Jean Luc-Godard

Confira a lista de filmes aqui


Violência: uma seleção de filmes

04/02/2019

Algo pode ser caracterizado como violento quando ocorre com força ou intensidade extrema, por vezes, brutal. O sujeito violento tem grande poder de destruição – sobre os demais e sobre si mesmo –, assim o termo pode ser empregado para caracterizar aquele que perde facilmente o controle sobre si, transbordando seu descontrole para aquilo e aqueles que estão ao seu redor com atos de violência. Para além da violência de ordem física ou moral compreendida como ato de indivíduos isoladamente, a violência pode ser institucionalizada, elemento vociferante e imperativo a dominar e orientar os variados aparatos de regulamentação do tecido social.

 

Cena do filme Notícias de uma guerra particular (1999). João Moreira Salles e Kátia Lund

Diante dos perigos da violência para a construção de relações em um mundo comum a todos, iniciamos o ano com uma seleção de filmes do acervo que, de algum modo, abordam o tema. Confira aqui a lista completa.


Política: uma seleção de filmes

17/09/2018

A política não está na essência do homem como substância inerente a cada indivíduo; ela surge justamente da relação entre os homens e da necessidade de que o futuro seja projetado como experiência a ser compartilhada coletivamente. Em ano de eleições trazemos uma seleção de filmes do acervo que abordam justamente a política e, portanto, as relações entre os diferentes sujeitos.

A seleção é composta por obras ficcionais e documentais ilustrando a afirmação de De Certeau, que argumentou que a política não garante a felicidade nem confere sentido às coisas, sendo ela um caminho tanto para transformações como para interditar possibilidades.

Cena de A mulher faz o homem (1939). Direção: Frank Capra

Confira aqui a lista completa.

 

Citamos: DE CERTEAU, Michel. A cultura no plural. Campinas: Papirus, 1995.


Futebol em cena

16/07/2018

Não é somente em dias de jogo que o futebol surge em nossas telas.

São muitas as produções cinematográficas que trazem luzes para este esporte. Filmes em que vemos a partida de futebol como campo de disputa no qual entram em cena seres humanos e, com isso, as mais variadas emoções e relações: amizades, desavenças, paixões, amores, muitos e variados desejos, projeções de uma vida melhor entre tantos outros elementos que você poderá conferir na seleção de filmes do nosso acervo, clicando aqui.

Linha de passe (2008). Walter Salles e Daniela Thomas

 


Vingança: uma seleção

21/05/2018

Esta seleção tem como destaque a vingança, um prato que se come frio. Nos filmes selecionados, vemos a vingança sendo motivada por diversas razões e o vingativo como aquele que, de algum modo, sentiu-se lesado e, a partir daí, orienta suas ações. A vingança surge, então, como fruto de um desejo que pode mover, dar sentido e também consumir.

Em alguns dos filmes selecionados ela é ponto de partida, a história desenrola-se em torno desse prato principal, em outros, coloca-se como parte do desfecho, mas, em todos os casos está presente e o público pode sentir um pouco do seu sabor: para alguns doce, para outros amargo.

Cena de Dogville (2003) de Lars von Trier

Confira aqui a seleção.


Corporalidades

19/02/2018

Erotismo, sexualidade, sexo, corpo foram alguns dos termos que buscamos para fazer essa seleção de filmes que adentra o universo do corpo humano, tendo como inspiração a mostra Corpo desperto, do Cinusp. Instância dos sentidos, por vezes liberto e outras interdito, descobri-lo como território do prazer pode levar tanto ao gozo como à culpa.

É por esses caminhos, do corpo como palco de experiências sensoriais, que a seleção a seguir envereda. Clique aqui para conferir.

Cena de O sabor da melancia (2005)


Educação: uma seleção de filmes

02/10/2017

“Nascer é ver-se submetido à obrigação de aprender”*. Aprender para viver, sobreviver, relacionar-se neste mundo e com ele. A Educação formal é decisiva ao indivíduo e ao tecido social carregando, ao mesmo tempo, o poder da transformação e o da conformação.

Neste post é dado realce a filmes do acervo que, de alguma forma, apresentam o universo da Educação, seja trazendo esta como destaque ou mesmo apresentando um professor como personagem ou o contexto escolar, dentre  tantas outras possibilidades.

Cena do filme Zéro de conduite de Jean Vigo

Confira aqui a lista de sugestões.

 

*Charlot, Bernard . Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre : Artmed, 2007.

Filmes acessíveis

14/08/2017

Capacitismo é um termo usado para falar das discriminações a que as pessoas com deficiência estão expostas, por causa de sua condição. É também a crença de que as pessoas com deficiência não podem ser plenamente independentes, subestimando suas capacidades.

A audiodescrição e as legendas ocultas (closed caption) buscam a inclusão das pessoas com deficiência visual e auditiva no universo das obras audiovisuais de maneira independente, tornando possível a essas pessoas aproveitar de maneira mais completa filmes e séries.

Nos caso dos filmes, a audiodescrição funciona como uma banda a mais de áudio acrescentada nos espaços de silêncio do som original; são informações relevantes para o entendimento da obra, mas que estão sendo ‘ditas’ pela imagem, ambientação, expressões faciais dos personagens, leitura de créditos etc.

Veja um exemplo:

O uso da audiodescrição, é claro, não se restringe a filmes ou obras audiovisuais, também pode ser aplicado a eventos, exposições, espetáculos teatrais… No caso dos DVDs os recursos são acionados em configurações, no menu inicial.

Outro recurso disponível e mais difundido, é o closed caption, trata-se de uma legenda oculta, para pessoas com deficiência auditiva.

Ainda são experiências tímidas, principalmente a audiodescrição, que precisam ser ampliadas por meio de leis, mas aqui na Biblioteca da ECA temos alguns títulos que possuem os recursos.

Deem uma olhada na lista.

Para mais informações:

http://audiodescricao.com.br/ad/

Capacitismo: o que é, onde vive, como se reproduz?


São Paulo em filmes

13/03/2017

Com a dura poesia concreta de suas esquinas e a deselegância discreta de suas meninas, a cidade de São Paulo revela-se  nesta seleção que traz traços de sua geografia e arquitetura, desigualdade socioeconômica, riqueza cultural entre tantos outros elementos. Ora palco das ações, ora protagonista, a cidade é o foco nesta seleção de filmes  que fizemos para vocês.

Cena do filme Linha de passe de Daniela Thomas e Walter Salles

Confira aqui a lista de filmes do acervo e aproveite!


%d blogueiros gostam disto: