Filmes acessíveis

14/08/2017

Capacitismo é um termo usado para falar das discriminações a que as pessoas com deficiência estão expostas, por causa de sua condição. É também a crença de que as pessoas com deficiência não podem ser plenamente independentes, subestimando suas capacidades.

A audiodescrição e as legendas ocultas (closed caption) buscam a inclusão das pessoas com deficiência visual e auditiva no universo das obras audiovisuais de maneira independente, tornando possível a essas pessoas aproveitar de maneira mais completa filmes e séries.

Nos caso dos filmes, a audiodescrição funciona como uma banda a mais de áudio acrescentada nos espaços de silêncio do som original; são informações relevantes para o entendimento da obra, mas que estão sendo ‘ditas’ pela imagem, ambientação, expressões faciais dos personagens, leitura de créditos etc.

Veja um exemplo:

O uso da audiodescrição, é claro, não se restringe a filmes ou obras audiovisuais, também pode ser aplicado a eventos, exposições, espetáculos teatrais… No caso dos DVDs os recursos são acionados em configurações, no menu inicial.

Outro recurso disponível e mais difundido, é o closed caption, trata-se de uma legenda oculta, para pessoas com deficiência auditiva.

Ainda são experiências tímidas, principalmente a audiodescrição, que precisam ser ampliadas por meio de leis, mas aqui na Biblioteca da ECA temos alguns títulos que possuem os recursos.

Deem uma olhada na lista.

Para mais informações:

http://audiodescricao.com.br/ad/

Capacitismo: o que é, onde vive, como se reproduz?

Anúncios

Recursos de acessibilidade para deficientes visuais

21/10/2013

Se você veio até a Biblioteca da ECA nos últimos meses deve ter observado que ao lado dos computadores existe uma pequena placa com fundo escuro e letras claras contendo a seguinte informação:

Este computador possui o leitor de telas NVDA
para o uso de pessoas cegas ou com baixa visão,
para ativar o programa utilize as teclas Ctrl+Alt+N e para desativar insert+Q.

Eventualmente no nosso cotidiano nos deparamos com diversos equipamentos ou alterações do espaço físico destinadas à acessibilidade de pessoas com deficiência. No que se refere ao deficiente visual, podemos verificar pisos táteis, semáforos sonoros, sinalizações em alto contraste, que buscam viabilizar a locomoção. Também individualmente o cego ou pessoa com baixa visão utiliza lupa, bengala, cão-guia, óculos escuros, viseira etc, todos com o intuito de auxiliá-lo nas tarefas do dia a dia.

No mundo cada vez mais digital em que vivemos, cheio de computadores e dispositivos eletrônicos, também há recursos, no caso softwares, que atendem as necessidades dos deficientes visuais.

Os recursos em questão podem ser classificados basicamente em dois tipos:
softwares leitores de tela
ampliadores de tela e recursos de alto contraste

Softwares leitores de tela

Para pessoas cegas ou com baixa visão, existem programas leitores de tela, que através de um sintetizador de voz retorna pela placa de som do computador aquilo que está escrito na tela e informações gerais dos atributos e posição de objetos do computador. Através desse recurso pessoas cegas realizam a grande maioria das tarefas sem grandes problemas desde que as páginas e softwares sigam as normas de programação e padrões de acessibilidade.

Existem diversos programas leitores de tela: JAWS VIRTUALVISION, ORCA (no Linux), Voiceover (Mac e IOS ), Talkback (Android). Nos computadores da Biblioteca instalamos o NVDA (NonVisual Desktop Access).

O NVDA é desenvolvido pela NV Access, uma organização sem fins lucrativos comprometida em auxiliar e promover soluções gratuitas e abertas para pessoas cegas e com baixa visão, está submetido a uma licença GNU, o que significa que o código é aberto e o programa recebe contribuições do mundo inteiro de modo que ele está sempre evoluindo junto com as atualizações do Windows. Assim, por ser gratuito e aberto, foi o que escolhemos para instalar na biblioteca.

Como funciona o NVDA?
Ao pressionarmos as teclas Ctrl+Alt+N ativamos o NVDA, que passa a ler o conteúdo que esteja em foco na tela. Por exemplo, ao pressionarmos a tecla Windows, o menu iniciar se abre e a medida que pressionamos a seta para cima ele vai falando um a um os itens que estão em foco e caso haja um submenu, pode ser acessado com a seta para direita.

A partir do momento que o programa inicia, a tecla Insert (acima do Del em computadores de mesa) passa a ser chamada tecla NVDA e fará parte dos comandos principais do programa.

Alguns comandos básicos para operar o NVDA:

NVDA+1, modo ajuda
quando acionamos esse comando o programa passa a falar a função das teclas e dos atalhos de teclado que pressionarmos, para sair desse modo basta pressionar novamente NVDA+1.

NVDA+N,  menu do NVDA
com esse comando tem-se acesso ao menu do NVDA, onde estão opções de configuração do programa e a documentação de ajuda.

NVDA+seta para baixo
o programa lê a partir do ponto atual o texto que esteja na janela em foco; para pausar a leitura pressiona-se a tecla Shift.

NVDA+Q, sai do programa

Em locais públicos pode-se encontrar o NVDA configurado por outro usuário, e muito provavelmente as configurações do tom da voz e velocidade não estejam adequadas, para retornar às configurações originais de fábrica deve-se pressionar as teclas Ctrl+NVDA mais a tecla “R” três vezes, assim restaura-se as configurações do programa .

Ampliadores de tela e recursos de alto contraste

O Windows possui por padrão recursos de ampliação e de alto contraste. Esses recursos são indicados para pessoas com baixa visão.

Baixa visão ou visão subnormal – caracteriza-se pelo comprometimento do funcionamento visual dos olhos, mesmo após tratamento ou correção. As pessoas com baixa visão podem ler textos impressos ampliados ou com uso de recursos óticos especiais. (http://www.fundacaodorina.org.br/deficiencia-visual/)

A lente de aumento do Windows tem diversas opções de tamanho e contraste para diversos níveis de dificuldade visual. Pode ser acionada de três formas:

pressionando as teclas Windows+U  e em seguida pressionando as teclas Alt+P.
pressionando Windows+R e escrevendo o comando magnify.
ou pelo menu iniciar, todos os programas > acessórios > acessibilidade > lente de aumento

O alto contraste aumenta o contraste entre as cores, bem como inverte as cores de modo a facilitar a leitura e esse recurso pode ser ativado pressionando-se as teclas Alt+Shift+PrintScreen.


%d blogueiros gostam disto: