Acervos de partituras

08/06/2015
Bird song, foto de Ozan Hatipoglu (Flickr).

Bird song, foto de Ozan Hatipoglu (Flickr).

O acervo de partituras da Biblioteca da ECA tem mais de 20.000 peças musicais, de várias épocas e estilos. Inclui partituras editadas, manuscritos antigos e contemporâneos. Para localizar partituras, basta acessar a base de dados disponível no website da Biblioteca da ECA e buscar por título, compositor e meio de expressão.

Qualquer usuário USP pode retirar partituras por empréstimo, e a consulta local é aberta ao público em geral.

Quem não encontrar em nosso acervo a partitura que precisa tem mais opções. Uma delas é a base de dados de partituras digitalizadas Classical Scores Library, assinada pela USP para todas as bibliotecas do sistema. Nessa base é possível encontrar partituras de boas editoras que não estão em domínio público. O acesso é restrito aos computadores da Universidade e aos usuários da rede VPN.

Outra fonte importante é o International Music Score Library Project (IMSLP), uma das bases de partituras em acesso aberto mais conhecidas. Basta acessar o link:

http://imslp.org/

An old piano, foto de Vladimir Agafonkin (Flickr).

An old piano, foto de Vladimir Agafonkin (Flickr).

Existem também algumas bibliotecas digitais brasileiras de partituras, como:

Museu da Música de Mariana
http://www.mmmariana.com.br/site/pesquisabasica.asp

Biblioteca Virtual de Partituras Musicais
http://paulinyi.com/biblioteca_port.html

Funarte – Coleção Música Coral no Brasil
http://www.funarte.gov.br/projetocoral/?page_id=7

Banco de Partituras da Secretaria da Cultura do Ceará – Sistema Estadual de Bandas de Música
http://www.portal.secult.ce.gov.br/probandas/

SESC Partituras
http://www.sesc.com.br/sescpartituras/

Música Brasilis
http://www.musicabrasilis.org.br/

E temos ainda outras bibliotecas no Brasil que têm acervos de partituras, em papel ou digitalizadas. Alguns exemplos:

Biblioteca Nacional
http://www.bn.br/portal/  (entrar em Acervo, BN Digital).

Biblioteca Alberto Nepomuceno, da Escola de Música da UFRJ
http://www.musica.ufrj.br/index.php?option=com_content&view=article&id=92&Itemid=86

Instituto Moreira Salles
http://acervo.ims.com.br/

Unicamp – Acervo de partituras do Centro de Documentação da Música Contemporânea
http://acervus.unicamp.br/

O pesquisador Paulo Castanha, do Instituto de Artes da UNESP, realizou um levantamento bastante completo de acervos musicais brasileiros e estrangeiros, disponível no link:

http://paulocastagna.com/acervos-musicais/

E logo teremos mais. A Biblioteca da ECA está desenvolvendo, juntamente com o Comitê de Bibliotecários Catalogadores de Acervos de Música (CBICAM), um guia de acervos musicais que terá a forma final de um blog. Aguardem notícias desse projeto, que deverá facilitar bastante a busca por documentos musicais na web e a divulgação dessas coleções.

Atualização 28/09/2018: o CBICAM foi extinto, o blog Guia de Acervos Musicais Brasileiros, resultado do projeto, já está no ar.

 

 

 

 


Encontro de bibliotecários catalogadores de música

05/01/2015

As bibliotecárias Marina Macambyra e Sarah Lorenzon Ferreira participaram do I Encontro Nacional de Bibliotecários Catalogadores de Acervos de Música do Brasil, evento simultâneo ao XVIII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitária (SNBU), apresentando o trabalho Catalogação de partituras na Biblioteca da ECA, de autoria de ambas. O mesmo trabalho foi apresentado ao SNBU na forma de pôster.

O encontro de catalogadores de música foi organizado pelo Comitê de Bibliotecários Catalogadores de Acervos de Música (CBICAM), cujo estatuto foi aprovado nesse encontro. Entre os objetivos do CBICAM está o desenvolvimento de normas e padrões para catalogação de acervos de música, produção de ferramentas destinadas à organização dos acervos na área da documentação musical no Brasil e criação um manual brasileiro para catalogação de partituras. O grupo foi formado por iniciativa da bibliotecária Dolores Brandão, da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Os participantes do Encontro. No telão, foto da pioneira Mercedes Reis Pequeno, bibliotecária e musicóloga.

Os participantes do Encontro. No telão, foto da pioneira Mercedes Reis Pequeno, bibliotecária e musicóloga.

Duas outras bibliotecárias apresentaram as experiências de suas instituições: Elizete Higino (de vestido rosa na foto), da Biblioteca Nacional e a própria Dolores Brandão (à esquerda, de saia verde) , da UFRJ.

Além da troca de experiências com instituições importantes, com um trabalho já consolidado na área, a participação nas atividades do CBICAM é uma oportunidade para a Biblioteca da ECA disseminar sua abordagem pioneira do tratamento dos documentos musicais que antecipa, de certa forma, as mais recentes novidades no cenário internacional da catalogação. Por exemplo, a metodologia de catalogação da Biblioteca inclui a categoria “Meio de Expressão” como campo específico e separado do conceito de assunto há mais de 40 anos, enquanto o formato MARC só incorporou esse campo em 2012.

Além das autoras do trabalho, são membros do CBICAM as seguintes bibliotecárias da ECA:

Alessandra Vieira Canholi Maldonado
Ivone Juanes
Silvana Rodrigues Leite


%d blogueiros gostam disto: