Quem somos nós, parte 2: os que você não vê

13/02/2017

Dando continuidade às nossas explicações do post Quem somos nós?, agora vamos falar daqueles funcionários que você quase não vê, porque não trabalham na linha de frente da Biblioteca.

Você pode não vê-los, mas está vendo o resultado do trabalho deles nas nossas estantes e arquivos. É o pessoal que trabalha nas funções que chamamos de Aquisição, Tratamento da Informação e Conservação, desempenhadas por bibliotecários e técnicos, esses últimos orientados pelos primeiros.

O pessoal da Aquisição

São eles que recebem, organizam, selecionam e encaminham para compra os materiais que os usuários indicam neste formulário. É um trabalho complexo, porque envolve gasto de dinheiro público e diversos tipos de documentos oficiais.

Esse mesmo pessoal seleciona as doações que a Biblioteca recebe: verificam se já temos ou não, se precisamos de mais exemplares, avaliam o estado de conservação e a pertinência do material para o acervo.

Equipe: Silvana (bibliotecária), Sidney e Andréa.

Andrea, Silvana, Sidnei

Andrea, Silvana, Sidnei

O pessoal do Tratamento da informação

Os livros, DVDs, CDs, partituras e outros itens do acervo, depois de recebidos e selecionados, não vão diretamente para as estantes. Antes disso eles passam pela equipe que faz as tarefas necessárias para que todos consigam localizar o que precisam nos catálogos:

Catalogação: inserir no Dédalus todos os dados que identificam o material, como autor, título, data, editora etc.

Classificação: identificar o assunto principal dos livros e associá-los a um número da tabela de Classificação Decimal de Dewey, para que sejam organizados nas estantes junto aos demais do mesmo assunto.

Indexação: analisar todo o material, inclusive os filmes, discos e partituras, para extrair os conceitos pelas quais será feita a busca no Dédalus (assunto e gênero, basicamente). Os termos que expressam esses conceitos devem ser padronizados e para isso usamos o Vocabulário Controlado da USP.

E mais: upload das teses e dissertações na Biblioteca Digital, elaboração de ficha catalográfica e pedido de ISBN para publicações da ECA, manutenção da página de Publicações no site da Escola,  cadastramento da produção acadêmica.

Equipe: Sarah, Alessandra, Samanta (metade) – bibliotecárias.  Andréia, Joaquim, Eduardo, Marcelo (metade) – técnicos. Alguns funcionários precisam dividir seu tempo em mais de uma função!

Alessandra, Sarah, Samanta e Marcelo

Alessandra, Sarah, Samanta e Marcelo

O pessoal da Conservação

Temos em nossa biblioteca uma oficina que faz encadernação, conservação e pequenos reparos em materiais impressos.

A capa soltou? O pessoal da oficina conserta ou coloca outra. A página rasgou? Eles recuperam aplicando papel japonês. O pobre do livro está todo desmontado, com folhas soltas e capa destruída? Se precisar eles encadernam e deixam bonitinho novamente. O livro (ou a revista) está sujo? Eles fazem a higienização, que é um processo mais especializado do que uma simples limpeza. E também cuidam da preservação dos registros de áudio e vídeo.

Equipe: Samanta (a outra metade), Robson, Rosa e Elisabete.

Rosa

Rosa

A chefe

Alguém que não pode faltar: Cecília Moraes Silva, nossa chefe, a que coordena todos os serviços e supervisiona as funcionárias que supervisionam os demais. VIP.

Os contatos

Se vocês precisarem conversar com algum desses funcionários, os endereços de e-mail e números de telefone de toda a equipe da Biblioteca estão em nosso site:

http://www3.eca.usp.br/contato/biblioteca

 


Quem somos nós?

30/01/2017

Quem frequenta bibliotecas nem sempre sabe quem são nem o que fazem as pessoas que nelas trabalham.

A moça que guarda os livros passa o dia todo fazendo isso?

Tem um pessoal que fica lá sentado só esperando alguém pedir alguma coisa?

Posso interromper o rapaz de óculos que parece tão concentrado em seu trabalho?

Se você se faz alguma dessas perguntas – ou outras que a gente nem imagina – quando vem à Biblioteca da ECA, este é o post que você precisa ler. Vamos tentar fazer um guia para entender os funcionários da nossa biblioteca e suas atividades.

Rachel Weiss interpretando uma bibliotecária no filme A múmia

Rachel Weiss interpretando uma bibliotecária no filme A múmia

Começando pelos funcionários do atendimento ao público, que são os mais visíveis. Logo que você entra na Biblioteca tem o pessoal que faz os empréstimos e dá informações rápidas sobre o funcionamento das coisas. Esse pessoal se reveza nas seguintes atividades, além das citadas:

Guardar livros e outros materiais

Procurar livros perdidos

Atender e controlar os pedidos do Empréstimo entre Bibliotecas (EEB)

Atender aos pedidos de cópias pelo Comut

Cuidar da manutenção geral do salão de leitura: trocar canetas, colocar papéis ao lado dos computadores, abrir e fechar janelas, ligar e desligar computadores, checar o funcionamento dos equipamentos etc.

Controlar reservas das salas de áudio e vídeo

Fazer levantamento de material atrasado e fazer cobranças individualizadas por telefone e e-mail

Separar material para a reserva dos docentes

Identificar material que precisa ser restaurado

Fazer remanejamento do acervo

Ajudar a fazer buscas nos catálogos, dar explicações sobre regulamento e serviços prestados, auxiliar os usuários a encontrar material nas estantes

Atualizar avisos e mural de notícias

Auxiliar os bibliotecários em suas tarefas

Alguns desses funcionários são responsáveis por determinadas funções, como o EEB e o Comut, mas há sempre um outro colega treinado para fazer a mesma coisa na ausência do “titular”. A Biblioteca da ECA não suspende serviços quando um funcionário está de férias!

Os funcionários que estão de plantão no empréstimo têm como prioridade atender aos usuários quando solicitados. Podem fazer outras atividades, mas nada que desvie muito sua atenção do movimento da Biblioteca. Cabe a eles, entre outras coisas chatas, controlar entrada de bolsas e saída de chaves, dizendo as inúmeras vezes por dia as famosas frases: “não pode entrar com bolsa na Biblioteca” e “não pode sair com a chave dos armários”. Não levem a mal, é uma política da Biblioteca, para garantir a segurança do acervo e o conforto dos usuários.

Esses funcionários são técnicos sem formação específica na área de biblioteconomia, embora a maioria deles tenha graduação em outras áreas. Todos recebem treinamento e podem fazer cursos para aprimorar seu desempenho profissional.

E se você tiver questões mais complicadas e misteriosas como:

Estou fazendo uma pesquisa sobre “site specific” e não estou encontrando artigos sobre o assunto

Como faço citação de citação, referência de partitura manuscrita ou de foto publicada no Facebook?

Quem pode me ajudar a usar o JStor?

Responder às suas perguntas difíceis, sempre que possível,  ou adivinhar as perguntas que você não fez é o papel dos bibliotecários de referência, profissionais que têm preparo e experiência para orientar pesquisadores no uso de fontes de informação, buscas complexas, normalização de trabalhos etc.

Como você já percebeu, nem todo mundo que trabalha numa biblioteca é bibliotecário. Essa é uma profissão regulamentada, que exige diploma em curso superior de biblioteconomia. Os três bibliotecários de referência da nossa Biblioteca são formados pela ECA, mas há outros cursos no país.

Além de atender diretamente os usuários, os bibliotecários de referência da ECA também são responsáveis por:

Manter e atualizar o website da Biblioteca

Fazer postagens regulares no Facebook, Twitter e outros perfis nas redes sociais

Divulgar o acervo e os serviços da Biblioteca

Escrever posts semanais para este blog

Ministrar treinamentos para os usuários, que incluem atendimento pessoal, palestras e apresentações em sala de aula

Acompanhar as atividades dos técnicos, orientá-los e treiná-los

Organizar exposições e outras atividades culturais

Elaborar e atualizar o regulamento da Biblioteca

Responder às mensagens dos usuários no e-mail e redes sociais

Preparar tutoriais e guias explicativos de serviços e fontes de informação

Elaborar material de divulgação da Biblioteca

Planejar o espaço físico

Essas atividades são importantes, mas todas podem esperar. O atendimento ao usuário que precisa da ajuda dos bibliotecários é sempre prioridade, portanto, não se acanhe em falar com eles.

Outras coisas que você talvez não saiba sobre o pessoal que trabalha na Biblioteca da ECA:

Como a imensa maioria dos servidores da USP, todos são contratados pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A USP é uma instituição pública, por isso existem algumas diferenças em relação aos trabalhadores da iniciativa privada, mas não são muitas.

Todos trabalham oito horas por dia, com exceção de duas funcionárias que cumprem jornada de seis horas.

As férias são de trinta dias por ano, como as de qualquer trabalhador. Durante os meses de férias dos alunos, o trabalho continua. Nas semanas em que não há aulas, os funcionários trabalham.

Não temos mais estagiários, infelizmente.

Esqueçam aquela ideia de que servidor público não trabalha… Aqui todos trabalham muito!

Os bibliotecários de referência são: Lilian, Marina e Walber. Os técnicos são: Ana Paula, Francisco, Gilberto, Layana, Marcelo, Paulo, Regnério e Sheila. Saíram nas fotos apenas os que não estão de férias nem fogem da câmera!

slide1slide3slide2

slide4paulo

E os funcionários dos outros serviços da Biblioteca? Sim, há mais gente trabalhando nos bastidores para que a Biblioteca funcione. Vamos falar deles num outro post. Aguardem!

Leia também:

https://bibliotecadaeca.wordpress.com/2013/06/10/voce-nao-esta-incomodando/

 

 


%d blogueiros gostam disto: