IIIF, o que é isso mesmo?

20/05/2019

Durante o Congresso Internacional em Tecnologia e Organização da Informação (TOI) de 2019 vai acontecer um evento paralelo muito interessante para quem trabalha com acervos de imagens: o seminário Introdução ao IIIF: Padrões e Ferramentas para a Interoperabilidade de Imagens.

IIIF,  sigla de International Image Interoperability Framework, é um conjunto de padrões e ferramentas criado para facilitar a publicação e a interoperabilidade de imagens na internet, desenvolvido por um consórcio internacional de instituições que inclui a British Library e as universidades de Stanford e Oxford, que deram início ao projeto.

Um “brinquedinho” muito útil para quem está construindo bases de dados de imagens, porque permite:

subir e visualizar online imagens em alta resolução de forma muito rápida

a partir de uma única imagem, o usuário poderá editar, fazer zoom e recortar da forma que quiser, na própria interface de visualização, sem precisar baixar a imagem

inserir uma camada de anotações nas imagens, que podem ser exibidas ou não de acordo com a necessidade do usuário

comparar imagens de bases de dados diferentes na mesma interface, sem fazer download, como se pode ver no demo do Projeto Mirador

A Biblioteca da ECA vem trabalhando com essa ferramenta em seu projeto da Biblioteca Digital da Produção Artística da ECA, ainda em fase experimental.

A ideia de um encontro sobre o assunto surgiu em agosto do ano passado, a partir de uma sugestão de Glen Robson, coordenador técnico do IIIF, numa troca de mensagens com os profissionais que já estudavam a ferramenta no Brasil na época: Leonardo Germani, da Universidade Federal de Goiás; Bruno Buccalon, do Instituto Moreira Salles e Sarah Lorenzon Ferreira, bibliotecária da nossa equipe e membro do comitê de ética da comunidade IIIF. A proposta tomou corpo na forma de seminário âmbito do TOI.

Serão apresentadas as seguintes experiências de uso do IIIF no Brasil:

Biblioteca Digital da Produção Artística da ECA/USP: aplicação do IIIF, por Sarah Lorenzon Ferreira

Anotando fotografias urbanas com IIIF e Wikidata, por Bruno Buccalon (Instituto Moreira Salles)

Uso do IIIF no acervo de pinturas do Museu Histórico Nacional, por Leonardo Germani (Universidade Federal de Goiás)

Josh Hadro, diretor administrativo do IIIF, fará uma apresentação por videoconferência. O debate terá a moderação da Profa. Dra. Vânia Lima, do Departamento de Informação e Cultura da ECA.

Inscrições: http://2019.toiomtid.com.br/iiif/

Para saber mais sobre o IIIF:

Léo Germani. Conhecendo o IIIF: padrões e ferramentas para publicação de imagens na Web.

Saran Lorenzon Ferreira, Marina Macambyra, Vânia Lima. Imagens interoperáveis: uso do VRA Core e da estrutura IIIF na construção de bibliotecas digitais.

IIIF no Youtube

 

 

 

 


Colóquio Dados, Metadados e Web Semântica

08/01/2018

por Sarah Lorenzon Ferreira

Nos dias 14 e 15 de dezembro de 2017, a Universidade Federal de São Carlos – UFSCar sediou o Colóquio “Dados, Metadados e Web Semântica”, realizado pelo grupo de pesquisa Dados e Metadados (GP-DM) do Departamento de Ciência da Informação (DCI) da Universidade, com apoio do grupo de pesquisa Núcleo de Estudos em Web Semântica e Dados Abertos (NEWSDA-BR) da USP, campus de Ribeirão Preto.

O objetivo do evento foi ampliar o diálogo sobre a Web Semântica aos profissionais da informação, principalmente o campo da Biblioteconomia e da Ciência da Informação, para a utilização de tecnologias que cada vez mais multidimensionam os espaços para o acesso, uso e reuso informacional aos usuários.

O colóquio tratou de temas emergentes e necessários para a Ciência da Informação como: Linked Data, Padrões de Metadados, Preservação Digital em Repositórios Institucionais dentre outros.

A ECA esteve presente apresentando o trabalho Imagens interoperáveis: uso do VRA Core e da estrutura IIIF na construção de bibliotecas digitais, de autoria de Sarah Lorenzon Ferreira e Marina M. Macambyra (bibliotecárias da ECA) e da professora do CBD Vânia Maria Alves Lima. Assim como o trabalho apresentado no Seminário da Redarte do Rio de Janeiro,  este texto buscou apresentar o protótipo que estamos desenvolvendo de nossa biblioteca digital de imagens de arte, mas detalhando,  numa abordagem técnica, duas soluções que juntas poderão contribuir para a interoperabilidade sintática e semântica das imagens de arte: os metadados VRA Core e a estrutura IIIF (International Image Interoperability Framework).

O IIIF possibilita o compartilhamento e reutilização de conteúdos entre diferentes instituições, mesmo que utilizem servidores de imagens ou softwares de visualização diferentes, proporcionando aos usuários uma boa experiência de visualização de imagens com zoom profundo, orientação, tamanho etc.

No final da apresentação mostramos um vídeo do protótipo com os recursos já implementados (não tem áudio).

Vídeo completo da apresentação:

Apresentação:

http://prezi.com/bswk1m8_lvnt/?utm_campaign=share&utm_medium=copy&rc=ex0share

As perguntas foram feitas ao final das apresentações da primeira mesa do dia. Nosso trabalho despertou muita curiosidade dos presentes, principalmente a respeito do uso  IIIF. No link, um recorte no vídeo para a parte das perguntas:

https://www.youtube.com/watch?v=xXMSMD_Xu7g

Contatos:

Grupo de pesquisa Dados e Metadados:

https://www.facebook.com/gpdm.ufscar/

Os vídeos dos dois dias do evento podem ser vistos no Canal do Departamento de Ciência da Informação da USFCar:

https://www.youtube.com/channel/UCYScVH-WGBHAezQlwvP0Ofg/videos


%d blogueiros gostam disto: