Trabalhos acadêmicos com CDs e DVDs

09/02/2012

Atualmente muitas teses e dissertações têm anexos em suportes físicos diferentes do texto impresso em papel.

Os materiais são de vários tipos, embora os mais comuns sejam os CDs e DVDs. Os conteúdos são também os mais diversos: filmes, programas de TV e rádio, comerciais, palestras, peças teatrais, apresentações musicais, entrevistas, depoimentos, imagens fixas e tudo o mais que o autor considere necessário para ilustrar ou documentar seu trabalho, em vídeo ou apenas áudio.

Infelizmente, nem sempre essa documentação é entregue pelo autor devidamente identificada, etiquetada e vinculada ao texto do trabalho, e é dessa forma que chegam à Biblioteca. Eventualmente recebemos CDs e DVDs sem qualquer inscrição externa, sem embalagens e até sem conteúdo algum gravado. Também ocorre que o anexo esteja bem identificado, com estojos e etiquetas informando seu conteúdo, mas sem nenhuma explicação na própria tese sobre a finalidade do CD/DVD.

Os bibliotecários que fazem a catalogação das teses precisam abrir CDs/DVDs, visualizar seu conteúdo e procurar no texto explicações necessárias. Diante de um vídeo de 2 minutos que mostra, por exemplo, uma manifestação de rua, os bibliotecários se perguntam:

  • É o trecho de um filme analisado na tese? Que filme?
  • São imagens registradas pelo próprio autor para analisar comportamento de manifestantes?
  • São imagens cedidas por um cinegrafista e usadas para discutir formas de registro jornalístico de manifestações?

O exemplo é fictício e extremo, mas situações semelhantes são comuns no dia-a-dia e contribuem para tornar o trabalho mais moroso do que deveria.

Por esse motivo, tomamos a liberdade de sugerir aos autores algumas providências simples para agilizar o processo de catalogação e, consequentemente, a divulgação dos trabalhos acadêmicos para o público interessado. Não se trata de exigência oficial da Escola, mas apenas de uma sugestão da Biblioteca para facilitar o entendimento do trabalho pelos leitores.

1. Identifique os documentos audiovisuais com os seguintes dados mínimos: autor e título da tese ou dissertação; autor, título e data de cada um dos documentos gravados no CD/DVD; data de produção e duração em minutos dos trabalhos. Essa identificação pode ser feita em etiquetas, envelopes ou estojos, de preferência impressa ou escrita com letra legível. Evite escrever diretamente sobre os CDs/DVDs, porque a tinta poderá, com o passar do tempo, danificar o material.
2. Acrescente, no texto de seu trabalho, um anexo que descreva o conteúdo das outras mídias que o complementam. Relacione cada filme, foto ou gravação em áudio que as mídias contêm. Faça resumos sucintos, explicitando a relação do seu trabalho com os documentos audiovisuais anexados: ilustração, complemento, objeto de análise, produto resultante do trabalho etc.
3. Antes de depositar seu trabalho, peça para outra pessoa abrir cada CD/DVD num computador que não seja o seu, para verificar se todos os arquivos estão abrindo corretamente. É interessante especificar que programa será necessário para abrir os arquivos, no caso de não ser um programa muito comum.

Alguns modelos simples:

Anexo XX – DVD
Registro em vídeo do espetáculo teatral XXX, adaptação da peça de William Shakespeare dirigida pelo autor desta dissertação e analisada nos capítulos 4 e 5.
Intérpretes:
Câmera:
Duração:
Gravada em 12 de fevereiro de 2011, no Teatro YY.

Anexo XX – CD
Contém trechos das seguintes obras musicais, comentadas ao longo do texto:
1. Chopin: Prelúdio op. 28, n. 6, Si menor. Murray Perahia, piano. Gravadora CBS.
2. Heitor Villa-Lobos: Bachianas brasileiras n. 4: Prelúdio. Nélson Freire, piano. Gravadora Gema.

Anexo XX – DVD
Conteúdo do DVD:
1. Vídeo experimental resultante da pesquisa de linguagem realizada para a dissertação. 15 min, 2009. Câmera e edição: ……..
2. Íntegra dos depoimentos dos artistas entrevistados durante a pesquisa: Antônio Leônidas de Souza (48 min, 2009); Helena Camargo (34 min, 2010).


O que a Biblioteca tem de interessante?

26/02/2010

DVDs:  uma seleção dos filmes mais importantes da história do cinema brasileiro e internacional. Alguns bem difíceis de encontrar por aí. Temporadas completas de séries de televisão, coletâneas de anúncios publicitários, óperas, peças teatrais, espetáculos de dança, curtas brasileiros que não foram distribuídos comercialmente e muito mais.

Entre no site da Biblioteca, clique em Filmes e vídeos e pesquise por título, diretor, assunto, ano e país de produção, gênero etc.

CDs:  música erudita, música popular de qualidade, folclore, jazz, samba, música eletrônica, ópera. Gravações raras dos melhores intérpretes.

Clique em Gravações, no site da Biblioteca, e procure por título, compositor, intérprete, instrumento etc.

Partituras:  quem estuda música vai encontrar um acervo bastante completo e organizado de partituras das melhores editoras, e até alguns manuscritos originais de compositores brasileiros.

Clique em Partituras, no site da Biblioteca, e procure por título, compositor, arranjador, número de opus, instrumento etc.

Histórias em quadrinhos:  uma coleção com mais de 1000 títulos, muitos deles antigos e raros. Por enquanto, o catálogo só está disponível nos terminais da Biblioteca. Vejam conferir.

E mais:  os mais importantes periódicos da área, em papel e online; livros e teses; catálogos de exposições de arte; jornais diários; coleções antigas de revistas como Manchete, Veja, Realidade, O Cruzeiro e outras.

Não gostou de nada??? Venha conhecer sua Biblioteca mesmo assim e encontre a informação ou a diversão que for de seu agrado. Os bibliotecários e demais funcionários estão aqui para ajudar.

Consultem os catálogos de audiovisuais e partituras no site da Biblioteca: www.rebeca.eca.usp.br

Procure livros e revistas, da ECA e de outras bibliotecas da USP, no Dédalus (Banco de Dados Bibliográficos da USP):
www.usp.br/sibi


%d blogueiros gostam disto: