Trabalhos de Arte

24/02/2014

Existe um pensamento visual? Não sei se esses Trabalhos de Conclusão de Curso, Mestrados e Doutorados, desenvolvidos na Graduação e Pós-graduação dos cursos de Artes Visuais respondem a essa pergunta. Mas, sendo uma pequena parcela do que nossos alunos têm feito nas últimas décadas, demonstram que o visível não se limita ao legível e que a visualidade é uma forma particular de articular nossa experiência frente ao mundo, contribuindo assim para melhor analisarmos as diferentes naturezas dos discursos, dos raciocínios e sensibilidades.

O texto do professor Claudio Mubarac abre caminho para refletirmos sobre os trabalhos acadêmicos da exposição Trabalhos de arte, que a Biblioteca da ECA apresenta entre os dias 17 de março e 17 de fevereiro. 

Não são apenas textos, são fotografias, cadernos de desenhos, gravuras, caixas de madeira, saquinhos cheios de sementes ou mel. Objetos atraentes  que podem ser tocados e manuseados à vontade, porque fazem parte do acervo de uma biblioteca.  Nessa exposição, para usar as palavras “roubadas” à autora da tese Framboesas e cerejas, a interatividade é permitida.

Veja a lista completa das obras expostas (e mais algumas):

Exposição Trabalhos de Arte

Este slideshow necessita de JavaScript.


Bibliotecas digitais de teses e dissertações

10/02/2014

Grande número de universidades disponibiliza em bibliotecas digitais o acesso gratuito ao texto completo das teses e dissertações defendidas por seus alunos.  A seguir, iremos apresentar algumas bibliotecas digitais, nacionais e internacionais, que oferecem acesso livre aos trabalhos que resultam de pesquisas de mestrado e doutorado.

  • BDTD – A Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações é coordenada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e reúne os sistemas de informação das bibliotecas digitais existentes nas instituições de ensino e pesquisa brasileiras. Assim, por meio da BDTD você realiza pesquisas no acervo de teses e dissertações digitais de instituições de ensino nacionais, verifica os detalhes do trabalho acadêmico e é remetido para o texto completo.

Para pesquisar em bibliotecas digitais de instituições específicas, confira a lista que preparamos com algumas delas:

Além destas, é interessante conhecer:

  • NDLTD – A Networked Digital Library of Theses and Dissertations é uma organização internacional que promove a adoção e disseminação de teses e dissertações em formato eletrônico. Além de dar suporte às instituições, para que disponibilizem teses e dissertações em formato digital, oferece a possibilidade de realizar pesquisas e acessar o acervo de todas as bibliotecas digitais que utilizam a plataforma por eles disponibilizada, por exemplo, a BDTD anteriormente mencionada.
  • DART-Europe E-theses. Apresenta teses e dissertações de instituições europeias.
  • Open Access Theses and Dissertations . Acesso a teses e dissertações de universidades e institutos de pesquisa de diferentes países.
  • PQDT Open. Acesso gratuito a teses e dissertações disponibilizadas pela Proquest.

 


Pesquisas de turismo na pós-graduação da ECA

18/11/2013

O curso de turismo da ECA comemora 40 anos. Na semana retrasada, como parte da programação da VIII Semana de Turismo, foi lançado o livro “40 anos de turismo na ECA: memórias e análise”.

Para não ficarmos de fora e também comemorar a efeméride, fizemos um levantamento dos assuntos mais populares entre as pesquisas de mestrado e doutorado sobre o tema empreendidas na ECA.

A lista de assuntos foi feita com base nos termos atribuídos às teses e dissertações no Dedalus, os quais são selecionados a partir do Vocabulário Controlado da USP.

O assunto que mais despertou o interesse entre os pesquisadores foi o planejamento turístico. Coincidindo com levantamento similar que fizemos em 2011 com os trabalhos de conclusão de curso de turismo.

Miriam Rejowski, em seu livro Turismo e pesquisa científica, que analisou  trabalhos acadêmicos da área de turismo defendidos no Brasil chegou à mesma conclusão: planejamento turístico é o assunto mais estudado.

Vamos a nossa lista, que contém o assunto e o número de dissertações e teses.

os três assuntos mais presentes nas pesquisas de turismo da ECA:

Planejamento turístico 24
Marketing turístico 18
Economia do turismo 14

outros assuntos

Turismo cultural 9
Turismo ecológico 9
Mercado turístico 8
Turismo sustentável 8
Desenvolvimento turístico 7
Turismo (pesquisa) 7
Turistas 6
Meio ambiente 5
Propaganda turística 5
Turismo (estudo e ensino) 5
Turismo de eventos 5
Turismo de terceira idade 5
Turismo rural 5
Agências de turismo 4
Agências de viagens 4
Cruzeiros marítimos 4
Demanda turística 4
Ecoturismo 4
Museus 4
Política turística 4
Promoções turísticas 4
Proteção ambiental 4
Teoria do turismo 4
Turismo litorâneo 4
Viagens e explorações 4
Desenvolvimento econômico 3
Epistemologia 3
História do Brasil 3
Hotéis 3
Hotelaria 3
Impactos ambientais 3
Parques nacionais 3
Patrimônio cultural 3
Pesquisa científica 3
Políticas públicas 3
Turismo (aspectos sociais) 3
Turismo de negócios 3
Turismo regional 3

Teses e dissertações de turismo da ECA


Trabalhos acadêmicos com CDs e DVDs

09/02/2012

Atualmente muitas teses e dissertações têm anexos em suportes físicos diferentes do texto impresso em papel.

Os materiais são de vários tipos, embora os mais comuns sejam os CDs e DVDs. Os conteúdos são também os mais diversos: filmes, programas de TV e rádio, comerciais, palestras, peças teatrais, apresentações musicais, entrevistas, depoimentos, imagens fixas e tudo o mais que o autor considere necessário para ilustrar ou documentar seu trabalho, em vídeo ou apenas áudio.

Infelizmente, nem sempre essa documentação é entregue pelo autor devidamente identificada, etiquetada e vinculada ao texto do trabalho, e é dessa forma que chegam à Biblioteca. Eventualmente recebemos CDs e DVDs sem qualquer inscrição externa, sem embalagens e até sem conteúdo algum gravado. Também ocorre que o anexo esteja bem identificado, com estojos e etiquetas informando seu conteúdo, mas sem nenhuma explicação na própria tese sobre a finalidade do CD/DVD.

Os bibliotecários que fazem a catalogação das teses precisam abrir CDs/DVDs, visualizar seu conteúdo e procurar no texto explicações necessárias. Diante de um vídeo de 2 minutos que mostra, por exemplo, uma manifestação de rua, os bibliotecários se perguntam:

  • É o trecho de um filme analisado na tese? Que filme?
  • São imagens registradas pelo próprio autor para analisar comportamento de manifestantes?
  • São imagens cedidas por um cinegrafista e usadas para discutir formas de registro jornalístico de manifestações?

O exemplo é fictício e extremo, mas situações semelhantes são comuns no dia-a-dia e contribuem para tornar o trabalho mais moroso do que deveria.

Por esse motivo, tomamos a liberdade de sugerir aos autores algumas providências simples para agilizar o processo de catalogação e, consequentemente, a divulgação dos trabalhos acadêmicos para o público interessado. Não se trata de exigência oficial da Escola, mas apenas de uma sugestão da Biblioteca para facilitar o entendimento do trabalho pelos leitores.

1. Identifique os documentos audiovisuais com os seguintes dados mínimos: autor e título da tese ou dissertação; autor, título e data de cada um dos documentos gravados no CD/DVD; data de produção e duração em minutos dos trabalhos. Essa identificação pode ser feita em etiquetas, envelopes ou estojos, de preferência impressa ou escrita com letra legível. Evite escrever diretamente sobre os CDs/DVDs, porque a tinta poderá, com o passar do tempo, danificar o material.
2. Acrescente, no texto de seu trabalho, um anexo que descreva o conteúdo das outras mídias que o complementam. Relacione cada filme, foto ou gravação em áudio que as mídias contêm. Faça resumos sucintos, explicitando a relação do seu trabalho com os documentos audiovisuais anexados: ilustração, complemento, objeto de análise, produto resultante do trabalho etc.
3. Antes de depositar seu trabalho, peça para outra pessoa abrir cada CD/DVD num computador que não seja o seu, para verificar se todos os arquivos estão abrindo corretamente. É interessante especificar que programa será necessário para abrir os arquivos, no caso de não ser um programa muito comum.

Alguns modelos simples:

Anexo XX – DVD
Registro em vídeo do espetáculo teatral XXX, adaptação da peça de William Shakespeare dirigida pelo autor desta dissertação e analisada nos capítulos 4 e 5.
Intérpretes:
Câmera:
Duração:
Gravada em 12 de fevereiro de 2011, no Teatro YY.

Anexo XX – CD
Contém trechos das seguintes obras musicais, comentadas ao longo do texto:
1. Chopin: Prelúdio op. 28, n. 6, Si menor. Murray Perahia, piano. Gravadora CBS.
2. Heitor Villa-Lobos: Bachianas brasileiras n. 4: Prelúdio. Nélson Freire, piano. Gravadora Gema.

Anexo XX – DVD
Conteúdo do DVD:
1. Vídeo experimental resultante da pesquisa de linguagem realizada para a dissertação. 15 min, 2009. Câmera e edição: ……..
2. Íntegra dos depoimentos dos artistas entrevistados durante a pesquisa: Antônio Leônidas de Souza (48 min, 2009); Helena Camargo (34 min, 2010).


%d blogueiros gostam disto: