Pausa de fim de ano

20/12/2019

No final do ano a Universidade de São Paulo entra em recesso. Terminou o ano, o calendário oficial está encerrado, os estudantes estão em férias.

Já os funcionários técnico-administrativos têm uma escolha a fazer: vir trabalhar no recesso, inclusive nos dias 24 e 31 de dezembro, ou folgar e compensar as horas não trabalhadas. Em 2020, o funcionário que folgar em todos os dias do recesso e em todas as “pontes” 1 entre os feriados deverá compensar 92 horas até o final do mês de setembro.

Neste final de ano, alguns funcionários vão trabalhar em alguns dias, internamente, mas não em quantidade suficiente para abrir a Biblioteca ao público. Por esse motivo, nosso último dia de atendimento é hoje, 20 de dezembro. De 23.12 a 02.01, a Biblioteca da ECA está fechada.

A reforma do piso da entrada continua mesmo durante o recesso.

No dia 6 de janeiro estaremos de volta, atendendo no horário das 8 às 19 horas (com exceção dos funcionários que estiverem em férias, claro). Nossa Biblioteca, como sempre, vai continuar aberta durante os meses de férias. Talvez seja necessário fechar apenas no final da reforma, quando tivermos que voltar a entrada para seu lugar definitivo. Avisaremos quando isso ocorrer.

Estaremos aqui em janeiro e fevereiro. Apareçam!

 

 

 

 

1 Chamamos “pontes” aos dias entre um feriado e o final de semana, quando não há aulas na USP.

 


Você não está incomodando!

10/06/2013

atualizado em 22.10.2019

Os bibliotecários e demais funcionários que trabalham no Serviço de Atendimento e Circulação da Biblioteca da ECA estão à sua disposição para dar informações, tirar dúvidas, auxiliar na pesquisa e na localização de documentos e muito mais.

Quem são esses funcionários e onde ficam? Bem, eles fugiram da câmera, mas dá para reconhecer os espaços.

1.No balcão de empréstimo:

Além de fazer o empréstimo e dar informações gerais sobre os serviços, espaços e modos de usar, esse pessoal ajuda a fazer buscas no Dédalus, a encontrar material nas estantes e muito mais.

2. Logo na entrada, na sala da Referência, lá onde está a gravura da Regina Silveira:

Nesse espaço trabalham os bibliotecários de referência, que ficam à sua disposição para orientação das pesquisas, acesso a fontes de informação, normalização, treinamentos, visitas guiadas etc.

3. Na mesa próxima às salas de estudo em grupo, em alguns horários:

Quando possível, um dos bibliotecários faz plantão nessa mesa no período da tarde.

Mas às vezes esses funcionários parecem tão ocupados, tão concentrados e sérios… Posso mesmo interromper para fazer perguntas?

Sim, claro. Parecemos tão compenetrados porque estamos trabalhando em diversas atividades: fazendo uma pesquisa para um usuário, respondendo consultas por e-mail ou atendendo pelo chat, postando mensagens nos perfis das redes sociais da Biblioteca, escrevendo posts para este blog, fazendo trabalho administrativo etc.

Mas a prioridade sempre vai ser atender você.

Outras tarefas, em geral, podem esperar. E se estivermos ocupados com outro usuário que nos procurou antes, vamos encaminhá-lo a um colega ou pedir para você aguardar um pouco.

As bibliotecas oferecem serviços que nem todos conhecem. Conversando com um bibliotecário você pode acabar descobrindo mais coisas do que imagina.

Não existem dúvidas bobas, ninguém é obrigado a saber tudo de bibliotecas só porque passou no vestibular ou na prova do mestrado. E nem há questões tão complicadas que não possam ser apresentadas. Se a gente souber, a gente responde. Experimente!

Você teve experiências desanimadoras com bibliotecas no passado? Muita gente já teve, mas as bibliotecas mudam, como tudo no mundo. Tente de novo.


%d blogueiros gostam disto: