Colóquio Dados, Metadados e Web Semântica

08/01/2018

por Sarah Lorenzon Ferreira

Nos dias 14 e 15 de dezembro de 2017, a Universidade Federal de São Carlos – UFSCar sediou o Colóquio “Dados, Metadados e Web Semântica”, realizado pelo grupo de pesquisa Dados e Metadados (GP-DM) do Departamento de Ciência da Informação (DCI) da Universidade, com apoio do grupo de pesquisa Núcleo de Estudos em Web Semântica e Dados Abertos (NEWSDA-BR) da USP, campus de Ribeirão Preto.

O objetivo do evento foi ampliar o diálogo sobre a Web Semântica aos profissionais da informação, principalmente o campo da Biblioteconomia e da Ciência da Informação, para a utilização de tecnologias que cada vez mais multidimensionam os espaços para o acesso, uso e reuso informacional aos usuários.

O colóquio tratou de temas emergentes e necessários para a Ciência da Informação como: Linked Data, Padrões de Metadados, Preservação Digital em Repositórios Institucionais dentre outros.

A ECA esteve presente apresentando o trabalho Imagens interoperáveis: uso do VRA Core e da estrutura IIIF na construção de bibliotecas digitais, de autoria de Sarah Lorenzon Ferreira e Marina M. Macambyra (bibliotecárias da ECA) e da professora do CBD Vânia Maria Alves Lima. Assim como o trabalho apresentado no Seminário da Redarte do Rio de Janeiro,  este texto buscou apresentar o protótipo que estamos desenvolvendo de nossa biblioteca digital de imagens de arte, mas detalhando,  numa abordagem técnica, duas soluções que juntas poderão contribuir para a interoperabilidade sintática e semântica das imagens de arte: os metadados VRA Core e a estrutura IIIF (International Image Interoperability Framework).

O IIIF possibilita o compartilhamento e reutilização de conteúdos entre diferentes instituições, mesmo que utilizem servidores de imagens ou softwares de visualização diferentes, proporcionando aos usuários uma boa experiência de visualização de imagens com zoom profundo, orientação, tamanho etc.

No final da apresentação mostramos um vídeo do protótipo com os recursos já implementados (não tem áudio).

Vídeo completo da apresentação:

Apresentação:

http://prezi.com/bswk1m8_lvnt/?utm_campaign=share&utm_medium=copy&rc=ex0share

As perguntas foram feitas ao final das apresentações da primeira mesa do dia. Nosso trabalho despertou muita curiosidade dos presentes, principalmente a respeito do uso  IIIF. No link, um recorte no vídeo para a parte das perguntas:

https://www.youtube.com/watch?v=xXMSMD_Xu7g

Contatos:

Grupo de pesquisa Dados e Metadados:

https://www.facebook.com/gpdm.ufscar/

Os vídeos dos dois dias do evento podem ser vistos no Canal do Departamento de Ciência da Informação da USFCar:

https://www.youtube.com/channel/UCYScVH-WGBHAezQlwvP0Ofg/videos


Arte e imagens

27/11/2017

Aconteceu no Rio de Janeiro, nos dias 9 e 10 de novembro, o 5o Seminário de Informação em Arte, promovido pela Rede de Bibliotecas e Centros de Informação em Arte do Rio de Janeiro (Redarte – RJ).

Jardins da Fundação Casa de Rui Barbosa

O evento, sediado na Fundação Casa de Rui Barbosa, teve a participação de duas representantes da Escola de Comunicações e Artes: a professora Vânia Lima, do curso de Biblioteconomia e Documentação, e a bibliotecária Marina Macambyra, apresentando os trabalhos:

Biblioteca digital de imagens de arte brasileira para ensino, pesquisa e memória institucional

foto: Mary Komatsu

Autoras: Marina Macambyra, Sarah Lorenzon Ferreira (bibliotecárias da ECA)

O trabalho registra o processo de construção da Biblioteca Digital da Produção Artística da ECA/USP, cujo protótipo foi apresentado pela primeira vez no Seminário da Redarte -RJ. Trata-se de um projeto que pretende reunir e divulgar imagens de trabalhos artísticos produzidos no contexto acadêmico por artistas ligados à ECA, docentes, alunos e ex-alunos. Gravuras, desenhos, fotografias, livros de artista e outros trabalhos de artes visuais apresentados como dissertação, tese ou trabalho de conclusão de curso de graduação devem formar o núcleo principal da biblioteca digital.

A biblioteca digital está sendo construída com ferramentas específicas para imagens de arte: metadados VRA Core e normas de catalogação do Cataloguing Cultural Objects (CCO), ambos desenvolvidos pela Visual Resources Association para tratamento de obras de arte e suas imagens; International Image Interoperability Framework (IIIF), um conjunto de protocolos para visualização de imagens em acesso aberto que permite a integração de conteúdos entre instituições diferentes, já usado pela Europeana, The J. Paul Getty Trust, British Library, British Museum eLa Bibliothèque nationale de France, entre outras. Provavelmente somos a primeira instituição no Brasil a implementar uma biblioteca digital com essas características. A bibliotecária Sarah Lorenzon Ferreira mantém contato com a comunidade internacional de usuários do IIIF e já se tornou membro da equipe de seu Código de Conduta.

Para saber mais sobre o IIIF, vejam os vídeos:

Introdução ao IIIF – https://youtu.be/KVUyhcVO060

Mirador e IIF – https://youtu.be/SnhlTk9CsNQ

Nossa Biblioteca Digital da Produção Artística conta com o apoio técnico da Divisão de Gestão de Tratamento da Informação do SIBiUSP, em cujo servidor está hospedada, e é um projeto que terá a participação dos cursos de Biblioteconomia e de Artes Visuais da ECA. Aguardem mais informações!

Quem estiver curioso para conhecer o protótipo, entre em contato com as autoras para ver uma demonstração. Como o protótipo ainda está em endereço provisório e em fase de testes, não vamos divulgar aqui o link. Quanto ao trabalho escrito, já pode ser consultado:  https://docs.google.com/document/d/1-8_oRM-17LrYpCNdR-yvHXJsdKyF164HrKzIzYmF-KI/edit?usp=sharing

Preservação e difusão de imagens de arquitetura e espaços urbanos na web: o Arquigrafia

foto: Mary Komatsu

Autores:  Artur Simões Rozestraten, Cibele de A. C. Marques dos Santos, Vânia Mara Alves Lima.

O Arquigrafia, projeto de pesquisa idealizado pelo professor Artur Rosenstraten, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP,  é uma plataforma colaborativa para difusão online de imagens de arquitetura brasileira.

As imagens, todas licenciadas pelo Creative Commons, são provenientes de duas fontes: o acervo da Biblioteca da FAU/USP, originalmente em slides, e imagens criadas pela comunidade de estudantes, arquitetos, pesquisadores e público interessado em fotografia de arquitetura de forma geral. Qualquer pessoa pode se cadastrar e subir imagens de sua autoria no Arquigrafia, respeitando o escopo de projeto e a política de licenciamento.

O Arquigrafia trabalha com software livre, tem o apoio do Instituto de Matemática e Estatística e das professoras Vânia e Cibele, nas questões ligadas ao tratamento documentário das imagens. Conheça e participe do projeto:

http://www.arquigrafia.org.br/home

 

 

 


%d blogueiros gostam disto: