Educação: uma seleção de filmes

02/10/2017

“Nascer é ver-se submetido à obrigação de aprender”*. Aprender para viver, sobreviver, relacionar-se neste mundo e com ele. A Educação formal é decisiva ao indivíduo e ao tecido social carregando, ao mesmo tempo, o poder da transformação e o da conformação.

Neste post é dado realce a filmes do acervo que, de alguma forma, apresentam o universo da Educação, seja trazendo esta como destaque ou mesmo apresentando um professor como personagem ou o contexto escolar, dentre  tantas outras possibilidades.

Cena do filme Zéro de conduite de Jean Vigo

Confira aqui a lista de sugestões.

 

*Charlot, Bernard . Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre : Artmed, 2007.
Anúncios

Filmes de professores

28/11/2011

Se você gosta de cinema brasileiro, já deve ter visto muitos filmes que têm a participação de um professor do curso de Audiovisual da ECA.  Vários deles fazem parte do acervo da Biblioteca, para quem quiser ver ou rever.

Acabou de chegar o DVD do longa dirigido por Roberto Moreira, Quanto dura o amor?, doado por ele mesmo. Outros filmes têm a participação de nossos professores em funções como montagem, fotografia, som, roteiro etc.

Fizemos uma pequena seleção desses títulos, que inclui trabalhos de Wilson de Barros e Chico Botelho, prematuramente falecidos, e o único longa metragem produzido pela ECA, As três mortes de Solano.

Deixamos de fora, por enquanto, filmes de ex-alunos e ex-professores. Ficam para outro post.

Além dos citados, alguns professores têm vários outros trabalhos no acervo, principalmente curta-metragens de produção da Escola. Procure em nosso catálogo de Filmes e vídeos pelo nome do professor, se quiser conhecer essas outras produções.

VÂNIA DEBS

A casa de Alice

Direção: TEIXEIRA, Chico

Brasil, 2007, Superfilmes

Roteiro: TEIXEIRA, Chico; PESSOA, Júlio; ANZUATEGUI, Sabina; GOMES, Marcelo

Montagem: DEBS, Vânia

Som: MENDES, Eduardo Santos, edição; GODOY, João, som direto

Alice é uma mulher que trabalha como manicure, cuida da casa, dos filhos e tenta conviver com a indiferença e as traições de seu marido. Ela releva o fato porque também sai com outros homens. Até que reencontra um ex-namorado e pensa em reviver a paixão da juventude.

Árido movie

Direção:  FERREIRA, Lírio, 1965-

Brasil, 2005 – Cinema Brasil Digital

Montagem: DEBS, Vânia

Jonas, desgarrado da família desde pequeno, é apresentador da previsão do tempo em um canal de TV em São Paulo. O inesperado assassinato do pai obriga-o a fazer uma jornada de retorno às suas origens, no sertão nordestino. Ele desconhece o verdadeiro motivo de sua volta, solicitada pela avó, que o escolhe para vingar a morte do pai e lavar a honra da família. Ao chegar à cidade Natal, Jonas encontra um clima de vingança pairando no ar. O enterro do seu pai é carregado de emoções dúbias.É aí que Jonas descobre seu infortúnio: o peso de ser o herdeiro de uma realidade que julgava não ser mais a sua.

O mundo cabe numa cadeira de barbeiro

Direção:  TORERO, José Roberto, 1963-

Brasil, 2002

Synapse Produções; Museu da Pessoa; Superfilmes

Montagem: DEBS, Vânia

Som: GODOY, João, som direto; MENDES, Eduardo Santos, edição e mixagem

Um paralelo entre os tipos variados de fios de cabelos e as nacionalidades dos imigrantes no Brasil, mais especificamente no estado de São Paulo. Seis imigrantes, um de cada país: Japão, Itália, Espanha, Portugal, Bolívia e Síria. Com a bandeira do seu país ao lado, tentando lembrar e cantar o hino do país correspondente, cada imigrante conta como era sua vida em seu país, o que motivou sua saída de lá, geralmente questões políticas. A maioria dos imigrantes se sente mais brasileira do que estrangeira e está feliz por morar no Brasil. Enquanto eles são entrevistados, o narrador fala sobre os cabelos, as diferenças entre eles.

Carrego comigo

Montagem: DEBS, Vânia

Som: MENDES, Eduardo Santos, edição; GODOY, João, edição e som direto; COMPASSO, Aluísio, som direto; VAZ, Jorge A, som direto; SASSO, José Luiz, mixagem

Depoimentos de gêmeos. Entre eles, dois transformistas, duas cabeleireiras, dois presidiários, duas modelos, duas duplas de cantoras, dois cartunistas, duas concorrentes a miss Rio de Janeiro em 1966, dois religiosos, duas atletas de nado sincronizado, entre outras duplas de gêmeos e um trio. Falam sobre o mistério da formação dos fetos gêmeos, algumas suposições científicas, o nascimento, o crescimento e convivência com outras pessoas, com os colegas de escola, relacionamentos amorosos, as dificuldades e as vantagens de conviverem o tempo todo juntos. O sentimento que cada um tem sobre a possibilidade de separação, por morte ou afastamento. O relato de um gêmeo sobre a sua separação do irmão por discordarem de algo, mas também a falta que um sente do outro. A reunião de todos os gêmeos entrevistados para se conhecerem e conversarem. Há fotos de infância, trechos de shows de música, do concurso de miss Rio de Janeiro, de missas, de desfile de moda, de apresentação de nado sincronizado e imagens das famílias de dois gêmeos que são vizinhos. A dupla de cartunistas faz desenho de todos os entrevistados. No final alguns cantam e aparece o poema “Carrego comigo” de Carlos Drummond de Andrade.

Baile perfumado

Direção:  CALDAS, Paulo; FERREIRA, Lírio

Brasil, 1997, Saci Filmes

Montagem: DEBS, Vânia

Som: FERRO, Valério, direção; CALAÇA, Renato; FLORES, Virginia, edição; MIGLIORIN, César; ARIANI, Fernando

Depois da morte de Padre Cícero, o jovem fotógrafo libanês Benjamin Abrahão, parte de Juazeiro, no Ceará, em busca de recursos para filmar Lampião e seu bando. Recorre a pessoas influentes e, graças a sua habilidade de estabelecer contatos, Benjamin localiza Lampião e registra o cotidiano do grupo. Exibir o filme, porém, torna-se mais difícil do que realizá-lo. O filme é proibido pelo governo Vargas. Benjamin acaba morrendo de forma violenta.

O povo brasileiro

Direção:  FERRAZ, Isa Grinspum; FREDERICO, Flávio; FARIAS, Mauro

Brasil, 2000, Superfilmes

Montagem: LACRETA, Idê; DEBS, Vânia

Som: MENDES, Eduardo Santos; GODOY, João

Série baseada na obra do antropólogo Darcy Ribeiro, que investiga a formação do povo e da nação brasileira.

EDUARDO SANTOS MENDES

Seo Chico: um retrato

Direção:  MAMIGONIAN, José Rafael, 1973-

Brasil, 2007, Atalaia Filmes

Som: GODOY, João; MENDES, Eduardo Santos

Francisco Thomaz dos Santos, descendente de imigrantes açorianos, era herdeiro do último engenho tradicional em atividade na Ilha de Santa Catarina (SC). São registrados seus hábitos, sua rotina de trabalho na roça e o processo de produção de pinga em alambique. Seo Chico conta fatos de sua vida e explica sua visão de mundo.

Vale a pena sonhar

Direção:  GRISOTTI, Stela; BOEHM, Rudi

Brasil, 2003, Superfilmes; TV Cultura

Som: MENDES, Eduardo Santos; GODOY, João

A vida de Apolônio de Carvalho, que lutou em defesa dos republicanos na Guerra Civil Espanhola, juntou-se à Resistência francesa durante a Segunda Guerra Mundial, combateu a ditadura brasileira na década de 60 e ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores. Imagens de arquivo registram cenas do cotidiano dos combatentes das Brigadas Internacionais na Espanha, os bombardeios em Guernica, Madri e Barcelona, a ocupação nazista na França, entre outros eventos históricos. Depoimentos de Apolônio, sua esposa e filhos; de combatentes espanhóis; de membros da Resistência francesa e das Brigadas Internacionais.

 

Garotas do ABC: Aurélia Schwarzenega

Direção:  REICHENBACH, Carlos, 1945-

Brasil, 2004

Europa Filmes; Dezenove Sons e Imagens

Som: QUINTO, Romeu; GODOY, João; MENDES, Eduardo Santos

Direção de arte: ROSSI, Luís

Um grupo de mulheres trabalha numa tecelagem em São Bernardo, cidade do ABC paulista. Aurélia, moça forte e decidida, fã de soul e de homens musculosos, namora um rapaz perturbado que se envolve com uma gangue de neonazistas. A novata Antuérpia tenta, aos 38 anos, aprender uma nova profissão. Paula, líder natural entre as colegas, é convidada a entrar para o sindicato. Suzana, apaixonada pelo patrão, coleciona marcas de acidentes de trabalho e indenizações.

Tônica dominante

Direção:  CHAMIE, Lina

Brasil, 2000, Cinematográfica Superfilmes; Ledo Audiovisual Teatro

Som: CHIARINI, Ana, edição; MENDES, Eduardo Santos

Três dias na vida de um músico. No primeiro dia, ele deve encarar a solidão e o medo. No segundo, a paixão e o auxílio desajeitado a uma pianista e no terceiro, o encontro da sua iluminação musical, a chance de mostrar seu talento.

Através da janela

Direção:  AMARAL, Tata, 1960-

Brasil, 1999, A.F. Cinema e Vídeo

Roteiro: AMARAL, Tata; BONASSI, Fernando; BERNARDET, Jean-Claude

Argumento: BERNARDET, Jean-Claude

Som: GODOY, João, som direto; MENDES, Eduardo Santos, edição

Selma, enfermeira aposentada e viúva, vive em São Paulo com o filho Raimundo, de 24 anos, desempregado e que age como adolescente. Sua rotina de dona de casa é perturbada quando o filho traz para casa, certa noite, um amigo ferido. Após Selma fazer os curativos, seu filho e um amigo levam o ferido embora. Raimundo não dá explicações à mãe, que passa a estranhar seu comportamento. Dias depois, o moço piora e Raimundo pede a Selma que lhe aplique uma injeção. Na manhã seguinte, a fazer suas compras, Selma vê no jornal a foto do ferido e descobre que ele fora seqüestrado. Assustada, vai à farmácia ver o que aplicou e descobre que é um forte sedativo. Volta para casa perturbada.

Dois córregos: verdades submersas no tempo

Direção:  REICHENBACH, Carlos, 1945-

Brasil, 1999, Dezenove Som e Imagens; TV Cultura

Som: MEJÍA, Pedro; MENDES, Eduardo Santos, ed. som

São Paulo, 1997. Ana Paula, 45 anos, viaja ao interior a fim de recuperar a casa de campo herdada dos pais, que está ocupada por grileiros. Constrangida pela indiferença de seu advogado e da rispidez da polícia, recorda a última vez que esteve na casa. Em 1969, aos 17 anos, Ana Paula leva a amiga de escola Lydia, uma exímia pianista e filha de um militar graduado, para conhecer a casa. Passam alguns dias em companhia de Tereza, empregada e pajem da irmã de criação de Ana Paula, e de seu tio Hermes, que mora no sul do país e que ela não conhecia. Perseguido e exilado devido ao seu envolvimento com a luta armada, Hermes está escondido da polícia e tenta regularizar sua volta ao Brasil. A convivência com o clandestino Hermes transforma a temporada em uma espécie de rito de passagem para as duas amigas adolescentes, que aos poucos vão conhecendo o que se passava naquele momento da vida do país. Um incidente com o namorado de Tereza, o sargento Percival, encerra abruptamente a temporada no local, culminando com o desaparecimento de Hermes. De volta ao presente, Ana Paula consegue esclarecer o mistério a respeito do desaparecimento do homem que amou em segredo durante a adolescência. Resumo extraído de: Cinema brasileiro: um balanço dos 5 anos da retomada do cinema nacional.

Um céu de estrelas

Direção:  AMARAL, Tata, 1960-

Brasil, 1996, Casa de Produção

Roteiro: BERNARDET, Jean-Claude; MOREIRA, Roberto

Som: GODOY, João, edição; MENDES, Eduardo Santos

Dalva, jovem cabeleireira que vive com a mãe na zona operária do bairro da Móoca, São Paulo, ganha uma viagem para Miami num concurso profissional. Vítor, seu ex-noivo desempregado vem visitá-la. Disposto a reconquistar Dalva, ele usa uma arma para fazer as duas mulheres de reféns.

A casa de Alice

O mundo cabe numa cadeira de barbeiro

Carrego comigo

O povo brasileiro

JOÃO GODOY

Chega de saudade

Direção:  BODANZKY, Laís, 1969-

Brasil, 2007, Gullane Filmes; Buriti Filmes; Miravista; Globo Filmes; Arte France

Som: GODOY, João, gravação

Em São Paulo, os frequentadores de um salão de dança para a terceira idade chegam para mais um baile. Ainda há luz do sol quando o salão abre suas portas e o baile terminará antes da meia-noite. Várias histórias ocorrem simultaneamente: a do casal mais velho que briga e se reconcilia; a de duas amigas que procuram alguém para dançar; de um marido que gosta de paquerar e dançar com outras mulheres; do jovem casal composto pelo DJ do baile e sua namorada, que está ali apenas para esperá-lo terminar o trabalho; da mulher que engana seu marido e dança com o melhor dançarino da noite.

O mundo cabe numa cadeira de barbeiro

O povo brasileiro

Vale a pena sonhar

Garotas do ABC

Antônia

Contra todos

HENRI GERVAISEAU

Tem que ser baiano?

Direção, roteiro e fotografia :  GERVAISEAU, Henri

Brasil, 1993, Alô Vídeo

O vídeo mescla sequências de entrevistas e imagens do passado e do presente da comunidade nordestina em São Paulo. Depoimentos de migrantes nordestinos anônimos e famosos, como Lula e Luiza Erundina, misturam-se com entrevistas de habitantes da metrópole e de políticos paulistas conservadores. Completam esse painel discursos de políticos dos anos 30, manchetes de jornais, fotografias, músicas, vídeos e filmes. Resumo extraído da base de dados Curtagora.

WILSON DE BARROS

Anjos da noite

Direção:  BARROS, Wilson de Rodrigues, 1948-1992

Brasil, 1987, Superfilmes

Roteiro: BARROS, Wilson Rodrigues de

Durante uma única noite, em São Paulo, acompanhamos a trajetória de uma série de personagens: Malu, ex-manequim negra que, herdeira do amante, promove artistas marginais; Cissa, jovem estudante de Sociologia que quer desvendar o submundo numa tese universitária; Mauro, que na madrugada se transforma na ”divina Lola”; Teddy, garoto de aluguel; Jorge, diretor teatral que seduz todas as possíveis candidatas a atriz que encontra; Maria Clara, candidata a atriz; Leger, artista plástico que, obtendo um relativo sucesso, vive embriagado de álcool e glória; Bimbo, negro sensual, selvagem e amoral, que faz qualquer coisa por dinheiro – até matar; Milene, criada negra de Malu e amante de Bimbo, cínica e debochada; Guto, jornalista quarentão, homossexual, elegante e discreto; Fofo, misto de ganster e delegado corrupto; e, finalmente, Marta Brum, atriz no ocaso de sua glória que perdeu as curvas mas não a exuberância bem-humorada. Todos eles estão direta ou indiretamente envolvidos com dois crimes aparentemente gratuitos, que vão permanecer insolúveis e impunes até o amanhecer. O primeiro acontece ao entardecer: o secretário de um industrial é brutalmente assassinado por um vendedor ambulante negro, em meio a um engarrafamento de trânsito. O segundo se revela na madrugada: o corpo nu de um jovem é encontrado na banheira ensangüentada de um conhecido ator. Mas, no amanhecer, dois jovens desconhecidos se encontram por acaso, e seus sorrisos ternos vão redimir o peso dessa noite. (Resumo: Cinemateca Brasileira)

Verão

Direção:  BARROS, Wilson Rodrigues de, 1948-1992

Brasil, 1983, Barca Filmes; Embrafilme; Capes; ECA-USP

Roteiro: BARROS, Wilson Rodrigues de

Montagem: DEBS, Vânia

Um casal, isolado numa ilha e perturbado por lembranças de um passado de violência e perseguições, sente-se ameaçado por um cavalo misterioso que tenta invadir sua casa. Dissertação de mestrado do diretor.

CHICO BOTELHO

Cidade oculta

Direção:  BOTELHO JR, Francisco Cassiano, 1948-1991

Brasil, 1986, Orion Cinema e Vídeo

Roteiro: BOTELHO JR, Francisco Cassiano; BARNABÉ, Arrigo; ROGÉRIO, Walter

Anjo (Arrigo Barnabe), depois de ficar livre apos sete anos na cadeia, reecontra seu antigo comparsa, agora chefe de uma organização, e se vê as voltas com a estrela do submundo Shirley Sombra (Carla Camurati), além de arrumar inimizade com um policial corrupto. Sinopse extraída da Wikipédia.

O evangelho segundo Teotônio

Direção:  CARVALHO, Vladimir, 1935-

Brasil, 1984, Microfile; Fundação Teotônio Vilela

Fotografia:BOTELHO JR, Francisco Cassiano

A vida e a carreira política de Teotônio Vilela estão documentadas neste filme. O próprio Teotônio relata fatos de sua vida: a infância, a família, o casamento, mostrados através de antigas fotos. O documentário apresenta sua carreira política desde quando ingressa na UDN, até ser presidente do PMDB. Mostra cenas de manifestações durante uma greve dos trabalhadores do ABC, alguns de seus discursos, sua última aparição em público e sua morte. Participação de Miguel Arraes, Lula, Tancredo Neves, Carlos Castelo Branco, Henfil, Fafá de Belém e Mané Vaqueiro.

As três mortes de Solano

Direção:  SANTOS, Roberto, 1928-1987

Brasil, 1976, ECA-USP

Fotografia: BOTELHO JR, Francisco Cassiano

Montagem: LEONE, Eduardo

Baseado no conto A caçada, de Lígia Fagundes Telles.

1. TRATAMENTO (absurdo e loucura): Solano é frequentemente atormentado por pesadelos em que se vê, durante a Idade Média, perseguido pelo caçador Faro, que pretende matá-lo. Ao descobrir, num antiqüário, uma tapeçaria que representa uma caçada e que o faz lembrar seu sonho, tenta comprá-la, mas a dona se recusa à venda. Quando Solano descobre a caça, penetra na tapeçaria, vindo a morrer. 2. TRATAMENTO (realidade): Durante o ensaio de uma peça teatral cujo tema aborda as relaçöes do caçador e da caça, dois atores, Solano e Faro, antagonizam-se culminando com a morte de Solano. 3.TRATAMENTO (pantomima trágica): Num circo mambembe, o palhaço Solano tenta vender uma tapeçaria à cigana, iludindo-a de que ela é mágica. Surge um lobo, Faro, e mata o palhaço. (Guia de Filmes, jan/jun. 1977)

ROBERTO MOREIRA

Antônia

Direção:  AMARAL, Tata, 1960-

Brasil, 2006, Globo Filmes; O2 Filmes; Tangerina Entretenimento; Coração da Selva

Roteiro: MOREIRA, Roberto; AMARAL, Tata

Som: GODOY, João

Na Vila Brasilândia, periferia de São Paulo, quatro jovens mulheres negras batalham pelo sonho de viver de sua música. Amigas desde a infância, Preta, Barbarah, Mayah e Lena deixam os backing vocals do conjunto de rap de homens para montar seu próprio grupo, Antônia. Descobertas pelo empresário Marcelo Diamante, elas começam a cantar rap, MPB, pop e soul em bares e festas de classe média. Mas quando o sonho de fazer algo da vida parece tomar corpo, as viradas de um cotidiano marcado pela pobreza, pela violência e pelo machismo ameaçam o grupo. Em um acesso de ciúme, Preta rompe com Mayah e com o marido, e assume sozinha o sustento da filha pequena, Emília. Lena cede à pressão do marido, que não quer vê-la cantando rap. E Barbarah, lutadora de kung fu, envolve-se em uma briga fatal depois que o namorado do irmão é morto na porta de sua casa. Separadas por um destino amargo, as quatro terão que lutar para juntar os pedaços do grupo e resgatar a alegria de cantarem juntas. Resumo extraído do site Meu Cinema Brasileiro.

A cidade dos homens: última temporada

Direção:  MOREIRA, Roberto, 1961-; MORELLI, Paulo; GOLDMAN, Adriano; CASÉ, Regina; MEIRELLES, Fernando, 1955-

Brasil, 2005, TV Globo; O2 Filmes

Laranjinha e Acerola, agora jovens entrando na idade adulta, enfrentam a batalha diária pela sobrevivência, no morro e no asfalto.

Contra todos

Direção:  MOREIRA, Roberto, 1961-

Brasil, 2004, Coração da Selva; O2 Filmes

Roteiro: MOREIRA, Roberto

Som: GODOY, João

Na aridez de um bairro da periferia de São Paulo vivem Teodoro, sua filha adolescente, Soninha, e sua segunda mulher, Cláudia. Mas o dia-a-dia dessa família classe média baixa está assentado sobre mentiras. Por trás da fachada de homem religioso, Teodoro ganha a vida como matador, bate na revoltada Soninha e tem uma relação extraconjugal com Terezinha, sua companheira de culto. Vaidosa e insatisfeita no casamento, Cláudia vive um caso com Júlio, filho do açougueiro da vizinhança. Em torno do grupo orbita Waldomiro, amigo e sócio de Teodoro e objeto do desejo de Soninha. A ação é desencadeada pelo assassinato de Júlio. Culpando o marido, Cláudia destrói a casa e foge. Num hotel do Centro, conhece o porteiro Lindoval, com quem começa um namoro. Exausto, Teodoro decide deixar sua vida em São Paulo, casar-se com Terezinha e mandar Soninha para a casa da avó. Mas nada sai como planejado. Quando Lindoval é espancado por carecas até quase a morte, Cláudia suspeita do ex-marido. Na mesma noite, Terezinha recebe em casa uma fita de vídeo em que Teodoro transa com Cláudia. O matador atribui a idéia da fita a Cláudia. O engano duplo prepara o desfecho chocante da história, entrecortado por várias revelações e por uma surpresa final. Sinopse extraída do site oficial do filme.

Quanto dura o amor?

Direção: Roberto Moreira

Brasil, 2009, Coração da Selva

Marina, jovem aspirante a atriz, chega a São Paulo cheia de sonhos de independência e realização profissional. Vai dividir um apartamento com Suzana, advogada solitária que guarda um misterioso segredo. Na noite, Marina se encanta pela cantora Justine, entrando num arriscado triângulo amoroso com o marido dela. No Fórum, Suzana e o colega Gil começam um namoro. Na rua, o romântico Jay, escritor de um livro só, elege para musa a prostituta Michelle. No ritmo impiedoso da cidade, eles vão viver a euforia da paixão e a sua outra face. São Paulo, entre encontros e desencontros, elevadores e elevados, esbarões e tropeços, você vai descobrir quanto dura o amor.

colaboração: Mateus Lourenço



Blogs de professores

13/12/2010

Ferramentas de comunicação digital como blogs, twitter, facebook etc podem ser utilizadas como uma nova maneira de professores se comunicarem com seus alunos, permitindo reflexões  e  troca de experiências.

Pensando nisso reunimos neste post uma relação de blogs e sites de professores da ECA/USP, na ativa ou aposentados,  que conseguimos localizar até o momento.

Caso conheça alguma rede social de professores da ECA, contribua com a nossa lista!

Departamento de Artes Cênicas – CAC

Armando Sérgio da Silva

http://armandosds.blogspot.com/

Elisabeth Silva Lopes

http://www.facebook.com/bethlopes

Rosane Muniz

http://vestindoacena.com/

Departamento de Artes Plásticas – CAP

Departamento de Artes Plásticas

http://www.nossoatelieanimado.blogspot.com/

Dália Rosenthal

http://daliarosenthal.blogspot.com/

Gilberto Prado

http://www.cap.eca.usp.br/gilbertto

http://poeticasdigitais.wordpress.com/

Departamento de Biblioteconomia e Documentação – CBD

Brasilina Passarelli

http://www.facebook.com/profile.php?id=614087377

http://brasilinapassarelli.blogspot.com.br/

Fernando Modesto

http://www.eca.usp.br/prof/fmodesto/drupal/

Johanna Smit

https://sites.google.com/site/johannawsmit/home

Luís Milanesi

http://memoriasdaeca.ning.com/ (Comunidade de ex-alunos da ECA/USP)

http://twitter.com/luismilanesi

Marcos Mucheroni

http://marcosmucheroni.pro.br/blog/

Sueli Mara Soares Pinto Ferreira

http://www.facebook.com/people/Sueli-Mara-Ferreira/1407494894

Waldomiro de Castro Santos Vergueiro

http://www.eca.usp.br/departam/cbd/waldomiro/aula.htm (Apresentações aula – administração de bibliotecas 2008)

http://www.facebook.com/profile.php?id=1344491412#!/profile.php?id=1344491412&v=wall

Departamento de Comunicações e Artes – CCA

Irene de Araujo Machado

www.usp.br/semiosphera

Lucilene Cury

http://twitter.com/#!/@lucilenelembra

Vinícius Romanini

http://www.minutesemeiotic.org

Departamento de Jornalismo e Editoração – CJE

Atílio José Avancini

http://www.flickr.com/avancini

Cláudio Julio Tognolli

http://twitter.com/#!/claudiotognolli

Dennis Oliveira

http://dennisoliveira.wordpress.com/

http://twitter.com/#!/dennisoliveira

Elizabeth Nicolau Saad Correa

http://imezzo.wordpress.com/ (Reflexões e notas sobre jornalismo e comunicação no ciberespaço)

http://www.flickr.com/photos/3congressoaberje/4080918817/

Eugênio Bucci

http://twitter.com/#!/eugeniobucci

Grupo Midiato – (Liderado pelas professoras Mayra Rodrigues Gomes e Rosana de Lima Soares)

http://midiato.wordpress.com/

Departamento de Música – CMU

Adriana Lopes da Cunha Moreira

http://www.mediafire.com/?izdjexjjl4m#1

Amílcar Zani Netto

http://www.projetosteuermann.usp.br/ (Projeto Steuermann)

http://poeticadamultiplicidade.wordpress.com (participa do blog)

Ivan Vilela

http://www.ivanvilela.com.br/

http://www.myspace.com/ivanvilela

Marco Antonio da Silva Ramos

http://www.blogger.com/profile/04112761731944507538

Marcos Câmara de Castro

http://stoa.usp.br/marcos58/weblog/

http://camaradecastro.blogspot.com/

Ricardo Bologna

http://twitter.com/#!/ricardobologna

http://www.ricardobologna.com.br/#

http://www.myspace.com/ricardobologna

Ronaldo Miranda

www.ronaldomiranda.com

Susana Cecilia Almeida Igayara de Souza

http://twitter.com/#!/susanaigayara

Departamento de Relações Públicas, Propaganda e Turismo – CRP

Artur Matuck

http://www.facebook.com/artur.matuck

Clóvis de Barros Filho

http://twitter.com/#!/clovisdebarros

http://www.espacoetica.com.br/

Daniela Bertocchi (professora convidada)

http://bertocchi.info/daniela/

Eneus Trindade

http://red-icci.ning.com/profile/EneusTrindadeBarretoFilho

Hugo Fortes

http://sites.google.com/site/forteshugo/

Luli Radfahrer

http://www.luli.com.br/

Mitsuru Higuchi Yanaze

http://www.incommetrics.com/

Grupo ATOPOS –  Massimo di Felice

http://www.youtube.com/user/CanalATOPOS

http://www.atopos.usp.br/

Departamento de Cinema, Rádio e Televisão – CTR

Eduardo Vicente

http://twitter.com/#!/eduvic

Gilson Schwartz

http://stoa.usp.br/schwartz/weblog/

http://twitter.com/gilsonschwartz

http://www.facebook.com/people/Gilson-Schwartz/709543518

Escola de Arte Dramática – EAD

Antonio Rogerio Toscano

http://pt-br.wordpress.com/tag/dramaturgia-antonio-rogerio-toscano/

Celso Frateschi

http://bravonline.abril.com.br/blog/celsofrateschi/

Iacov Hillel

http://www.facebook.com/people/Iacov-Hillel/525719066#!/profile.php?id=525719066&sk=wall

Luiz Roberto Damasceno

http://pt-br.facebook.com/profile.php?id=100000131540814

Professores aposentados

José Eduardo Martins

http://blog.joseeduardomartins.com/

Jose Manuel Morán

http://moran10.blogspot.com/

http://www.eca.usp.br/prof/moran/

Manuel Chaparro

http://www.oxisdaquestao.com.br/

Grupos/Projetos

FiloCom

http://filocomusp.blogspot.com/

Memórias ECANAS

http://www.youtube.com/user/memoriasecanas

Poéticas Digitais

http://www.youtube.com/user/poeticasdigitais

Celacc

http://www.usp.br/celacc/

Comunicantus (Laboratório Coral do Departamento de Música da ECA – USP)

http://comunicantus.blogspot.com/

http://www.youtube.com/user/comunicantusblog#p/u


%d blogueiros gostam disto: