Ferramentas para seleção de revistas

19/10/2020

A escolha de um periódico para publicar exige a participação ativa e consciente do autor em todo o processo da pesquisa. Para publicar, o pesquisador deve ser também um leitor, conhecer e acompanhar as melhores revistas de sua área, conectar-se a outros pesquisadores de sua área, situar-se, enfim, nesse mundo. Não existe um método simples e mágico para fazer essa escolha, mas algumas ferramentas podem ajudar um pouco.

Uma delas é a Master Journal List, da empresa Clarivate. Funciona assim: o autor insere numa tela o título e o resumo de seu artigo e a ferramenta mostra uma lista das publicações indexadas na base Web of Science que, provavelmente, seriam adequadas. 

https://mjl.clarivate.com/home

É interessante mas, na verdade,  não é tão diferente do procedimento clássico de fazer a busca pelo assunto do artigo numa base de dados e observar quais revistas publicam sobre. E não exime o autor de fazer a análise dos periódicos sugeridos e avaliar suas chances de ter um artigo aceito. Observem, ainda, que essa ferramenta abrange um determinado universo de revistas, aquelas que são indexadas nessa base específica.

A Agência USP de Gestão da Informação Acadêmica – AGUIA, indica algumas ferramentas e dá diversas dicas sobre o assunto seleção de revistas. Vejam:

https://www.aguia.usp.br/apoio-pesquisador/escrita-publicacao-cientifica/selecao-revistas-publicacao/

Este texto da plataforma Sci Writing – Escrita e Comunicação Científica, também tem sugestões:

Ver no Medium.com

E aqui, as sugestões da distribuidora de revistas científicas Dot.LIb:

 

https://dotlib.com/blog/4-ferramentas-que-ajudam-a-encontrar-o-periodico-adequado-para-a-publicacao-de-artigos-cientificos

Testem as várias ferramentas e escolham a que melhor atender suas expectativas. Provavelmente vocês terão de usar mais de uma. Mas não se esqueçam: nada substitui seu conhecimento da sua área de pesquisa, algo que pode demorar um pouco para ser adquirido.

Outros posts sobre o assunto que já publicamos aqui no blog:

https://bibliotecadaeca.wordpress.com/2019/09/02/escolha-de-periodicos-para-publicar/

https://bibliotecadaeca.wordpress.com/2020/06/08/como-submeter-um-artigo-para-publicacao/

https://bibliotecadaeca.wordpress.com/2020/08/18/como-acompanhar-chamadas-de-artigos/

 


Editoras e revistas predatórias

19/08/2019

Uma editora ou revista qualificada como predatória é aquela que adota critérios bastante frouxos para selecionar o que irá publicar, ou, talvez fosse melhor dizer, que visa principalmente a obtenção de um pagamento por parte do autor.

Surgem no bojo do movimento do Acesso Aberto (Open Access) –  que busca a construção de caminhos para que os avanços nos campos do conhecimento científico sejam comunicados à sociedade científica em geral – revestindo-se de um discurso em prol da democratização na comunicação do conhecimento científico, mas, de fato passando longe dos princípios éticos que devem marcar o campo da publicação científica.

Um trabalho publicado em uma revista ou editora predatória não corresponde a um trabalho de má qualidade necessariamente, entretanto, o mesmo é colocado em questão dado a falta de rigor da publicação. No caso de editoras de livros, muitas vezes nem mesmo a revisão do texto é feita.  Portanto, publicar nesses circuitos é um risco de depreciação do trabalho produzido.

No caso de teses e dissertações tem se tornado cada vez mais frequentes os relatos de autores que recebem um convite para publicá-las em formato de livro. São convites oferecendo a oportunidade de publicação e lançando a possibilidade de alcance internacional. Todavia,  a verdade que se revela é o fornecimento de uma edição digital do trabalho acadêmico com a capa da editora. A revisão fica sob responsabilidade do autor que, se quiser a obra impressa, terá que pagar para tanto. Fora as questões de cessão de direitos autorais para uma editora duvidosa, cabendo avaliar rigorosamente o que está implicado quando se opta por publicar nesses circuitos. É indispensável, também, verificar se a editora possui ISBN cadastrado. Para isso basta acessar o Portal do ISBN.

Quanto aos artigos científicos, a atuação predatória se torna perceptível pela falta de rigor para análise dos materiais que são publicados, assim como a rapidez com que são aceitos bastando o pagamento das taxas solicitadas. Para publicar em revistas é importante verificar se o site da publicação apresenta um campo de submissão claro e apropriado, um conselho editorial interinstitucional ou internacional com especialistas reconhecidos e informações de contato atualizadas, descrição do processo de revisão por pares, registro no ISSN, existência de DOI, informações sobre normalização bibliográfica, indicação das bases em que a revista é indexada. Para saber mais, leia o post Como avaliar uma revista para publicar.

No dia 29.08, das 14h às 18h, ocorrerá a palestra A escolha de periódicos para publicação de artigo científico  no Auditório Paulo Emílio Salles Gomes, na ECA. Para inscrever-se preencha esse formulário.

Imagem do filme O predador (2018)

 


Como avaliar uma revista para publicar

03/09/2018

Publicar em revistas científicas é atividade cada vez mais demandada aos pesquisadores.  Num cenário marcado pelo aumento exponencial da publicação de revistas, é importante que os autores observem alguns critérios no momento da seleção da publicação para a qual enviarão seu trabalho.

Essa seleção é inclusive indicada como ação a ser feita anteriormente à redação do texto para que sejam observados elementos como: quantidade de laudas, estrutura conforme tipo de texto (ensaio, artigo, relato de experiência, etc.), período entre a submissão e o aceite do trabalho, dentre outros elementos.

Veja a seguir alguns fatores a serem observados:

Caso queira salvar o pdf com essas orientações, clique aqui

 

No site do SIBi-USP há informações sobre o tema e também uma explicação sobre o Qualis CAPES,  que afere a qualidade de artigos por meio da análise da qualidade das revistas científicas.

Edanz Journal Selector possibilita que você insira termos relacionados ao seu texto. A partir disso, é apresentada uma lista de revistas científicas que podem ser interessantes para publicação. Apresenta fator de impacto, dentre outras informações.

A partir do Endnote, na opção Correspondência, é possível inserir título e resumo do artigo para verificar possíveis revistas para submissão.

 


%d blogueiros gostam disto: