O inusitado, o divertido e o raro na Biblioteca da ECA

02/03/2015

 

Há um mundo
ao redor da esquina da tua mente,
onde a realidade é um intruso
e os sonhos se fazem realidade…
… Podes escapar até ele à vontade.
Não é necessário senha secreta,
varinha mágica nem lâmpada de Aladin;
só faz falta imaginação
e curiosidade por …
Coisas que nunca existiram.

(Enciclopedia de las cosas que nunca existieron).

 

GEDSC DIGITAL CAMERA

Nossa Escola não é uma escola comum, nem nossa Biblioteca. Em suas estantes convivem o clássico e o moderno, o raro e o pop, o rigor e a alegria. A criatividade dos alunos e professores também fica evidente nos trabalhos acadêmicos e no perfil da coleção.

Convidamos a todos a conhecer uma pequena amostra do que temos de mais inusitado, divertido e raro em nossas prateleiras. São obras selecionadas tanto pela forma diferente quanto pelo conteúdo. As mais raras e delicadas, que exigem mais cuidado no manuseio e não podem ser emprestadas, estão expostas em vitrines fechadas. Mas não se preocupem, qualquer item do acervo da Biblioteca pode ser consultado, com os cuidados adequados a cada situação. Quem quiser “ver com a mão” poderá fazê-lo ao final da exposição, ou mesmo durante.  Consulte os funcionários!

Os materiais que normalmente circulam poderão ser emprestados, caso o interessado não possa esperar o final da mostra. Por esse motivo, nossa exposição terá um caráter dinâmico: os itens que forem sendo emprestados serão substituídos por outros, tão interessantes quanto.

 

Local: Biblioteca da ECA (salão de leitura e Seção de Audiovisual)

de 3 a 31 de março

de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas

 


Bixos na Biblioteca

23/02/2015

Olá bixos e bixetes da ECA!

foto: Sarah Barker, Flickr.

foto: Sarah Barker, Flickr.

Nesta primeira semana do ano letivo vocês provavelmente estarão ocupados demais com festas e atividades culturais da Semana dos Bixos da ECA. Se sobrar um tempinho e energia passem na Biblioteca que, ao contrário daquilo que muitos podem pensar, é um lugar bastante interessante e nem um pouco chato.  Bem, pelo menos é que pensamos e nos esforçamos diariamente para que vocês concordem conosco.

A Biblioteca da ECA tem livros e revistas acadêmicas (impressas e eletrônicas), DVDs, CDs e discos em vinil, partituras musicais, fotografias e imagens digitais, histórias em quadrinhos, teses e trabalhos de conclusão de curso de graduação, coleções muito especiais de revistas antigas e partituras manuscritas e muito mais.

foto: Serena, Flickr.

foto: Serena, Flickr.

Durante todo o mês de março esperamos vocês para uma visita guiada à Biblioteca, para conhecer os espaços e serviços de uma forma geral. Não é necessário marcar hora, é só chegar e pedir para fazer a visita. A visita pode ser feita para pequenos grupos ou para uma pessoa, sem problemas. Quem preferir marcar uma hora, pode falar conosco.

Estamos montando, para o início de março, uma exposição para mostrar a diversidade do nosso acervo, com o tema O inusitado, o divertido e o raro na Biblioteca da ECA. Aguardem a divulgação nos próximos dias!

Preparamos, também, uma pequena mostra de documentários sobre o Brasil, com os DVDs do nosso acervo. O público alvo são os estudantes intercambistas estrangeiros, mas todos são bem-vindos. Vejam as informações e a programação na guia ao lado.

Em nosso site vocês encontram todas as informações importantes sobre a Biblioteca: serviços, acervo, horários de funcionamento, chat, links para os catálogos das bibliotecas da USP (Dédalus e Busca Integrada), regras para empréstimo de material, como fazer renovações pela web etc. E usando o aplicativo Bibliotecas USP vocês também podem acessar nossos catálogos pelo celular.

Acompanhem as notícias da Biblioteca, sugestões de leitura, divulgação de novas aquisições, dicas sobre cursos e eventos e diversos outros conteúdos interessantes pelos perfis da Biblioteca da ECA nas redes sociais:

https://www.facebook.com/ecabiblioteca

https://twitter.com/bibliotecadaeca/

https://www.flickr.com/photos/bibliotecadaeca/

http://www.pearltrees.com/bibliotecadaeca

https://www.pinterest.com/bibliotecadaeca/

Venham nos conhecer e sejam uns bons “bixos de biblioteca”!

474105155_13ec577caf_o

foto Jennifer Lamb, Flickr.

 

 

 


Os números da Biblioteca da ECA em 2014

09/02/2015

aaaDSC_0016

Em bibliotecas o trabalho não acaba nunca. Todos os anos chegam materiais novos para o acervo, alunos e professores novos e também demandas de novos serviços. Ao contrário do que muita gente imagina, bibliotecas são lugares bastante animados para se trabalhar.

Resumidamente, o ano passado na Biblioteca da ECA foi assim:

58863 pessoas entraram na Biblioteca para pesquisar, estudar, ler, ver filmes ou ouvir música, dar aulas, assistir aulas, participar de treinamentos. Para consultar especificamente a Seção de Audiovisuais, vieram 5523 pessoas.

DSC_0035

504 usuários solicitaram assistência direta aos bibliotecários para pesquisa, uso de recursos informacionais e normalização de trabalhos.

20176 itens foram emprestados e 8303 itens foram consultados localmente.

42 pedidos de cópias de artigos ou teses foram atendidos pelo sistema Comut.

Criamos e implantamos um programa permanente de treinamentos  para promover o uso mais proveitoso das fontes de informação e serviços que oferecemos.

Realizamos duas exposições, uma delas no espaço da Biblioteca e outra em colaboração com o Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, no Teatro Laboratório.

DSC_0237

Participamos do evento USP e as profissões, organizado pela Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária.

Nossa página do Facebook foi curtida por 3721 pessoas, avaliada com 75 estrelas por 73, com 4 estrelas por 22. Apenas 16 pessoas nos deram de 1 a 3 estrelas. No Twitter já temos 5611 seguidores e  3o em nossos 8 painéis no Pinterest (mas nossa conta é mais nova).

3096 itens novos foram catalogados e colocados à disposição do público.

12654 fascículos de revistas foram cadastrados no Banco Dédalus, operação que possibilita o empréstimo automatizado desses periódicos.

DSCN7221

110 livros nacionais foram selecionados a partir de indicação de professores e já foram comprados. Devem chegar nas próximas semanas.

Outros 716 livros, nacionais e estrangeiros, foram selecionados para compra. Estamos aguardando a realização do pregão para compra desse material. Pregão é uma modalidade de licitação para compra de bens e  contratação de serviços que tem por objetivo conseguir melhores preços.

Recebemos 8093 itens em doação (livros, DVDs, partituras, catálogos de exposição, CDs etc).

Foram renovadas 134 assinaturas de periódicos. Incorporamos ao acervo 50 novos títulos impressos recebidos em doação e selecionamos para entrar no catálogo 52 títulos em acesso aberto.

Tudo o que é muito usado acaba se deteriorando. Por esse motivo, temos que dedicar cuidados especiais ao acervo.

303 itens (livros, revistas e partituras) foram higienizados, encadernados ou receberam pequenos reparos.

Foram confeccionadas 23 embalagens especiais para conservação (envelopes, caixas e pasta).

Veja também, em nosso site, o quadro completo do acervo, com os totais de cada tipo de material que a Biblioteca mantém.

http://www3.eca.usp.br/biblioteca/acervo

 

 

 

 


Trilhas de filmes

30/01/2015

Todo mundo já se encantou com uma canção ou tema musical que ouviu num filme. Aquela música que faz a gente esperar no cinema até os últimos créditos do filme para descobrir o título, por medo de não conseguir encontrá-la depois. Ou aquele tema de um obscuro filme assistido na infância, cujo título a gente nem imagina, muito menos o nome do diretor ou dos atores, mas que ficou gravado em nossa memória auditiva. Uma ária de ópera ou o trecho de um concerto que até aqueles que dizem não gostar de música erudita passar a curtir quando se tornam “tema de filme”.

A Biblioteca da ECA tem uma coleção interessante de discos contendo trilhas musicais de filmes, séries e novelas. Boa parte dessas trilhas talvez você encontre facilmente nos sites de música ou no Youtube, mas vale conferir. Acervos de bibliotecas costumam ter surpresas guardadas.

coisas nossasVocê sabe qual foi o primeiro filme musical brasileiro? Trata-se de Coisas nossas, de 1931, produzido por Wallace Downey e apresentando os músicos populares mais famosos da época. A trilha restaurada e distribuída em CD faz parte de nosso acervo (CD521, XCD0100).

A trilha de Andy Warhol’s Dracula e a música composta por Alfred Neuman e Bernard Herrmann para O egípcio (1954) podem ser encontradas facilmente na web, mas ouvi-las num disco antigo de vinil na sala de áudio da Biblioteca tem lá seu charme. Os discos atendem pelos números D3162 e D2529.

Cole Porter, Ennio Morricone, Philip Glass, George Gerswhin, Dexter Gordon, Ryuichi Sakamoto e Irving Berlin são alguns dos nomes presentes no acervo.

Para encontrar um tema específico, procure na base de dados do site da Biblioteca pelo título do filme ou autor da trilha, se você souber. Para localizar discos de trilhas em geral, digite:

trilha * musical

bogartSe não encontrar o que você gostaria de ouvir, não desista. Alguns de nossos discos mais antigos ainda não estão catalogados na base de dados, mas há um pequeno fichário na Seção de Audiovisuais que resolve o problema. É velhinho e poeirento, mas ainda funciona, e nele você pode descobrir que temos um disco chamado Classic film scores for Humphrey Bogart (D3276), por exemplo, ou a trilha de O incrível homem que encolheu (D1975).

Os discos em vinil não podem ser emprestados, mas é possível escutá-los no toca-discos da Biblioteca ou solicitar uma cópia em CD para empréstimo.

Veja aqui a lista dos discos de trilha já registrados na base:

trilha musical


Além da academia

26/01/2015

Uma biblioteca como a da ECA oferece muito mais que a leitura árida de textos acadêmicos ou técnicos. Essa é uma das características de um acervo de ciências humanas, em que o uso do acervo não precisa ficar restrito à esfera da obrigação, das leituras indicadas pela bibliografia da disciplina. A fruição pode ser bem mais prazerosa, afinal, todo mundo gosta de cinema, teatro, música, artes… e por que não ler sobre?

No entanto, dizer que o uso pode ser também prazeroso, quando se pensa em coleções de DVDs, peças de teatro, livros de fotografias, revistas, é fácil. Mas, mesmo em áreas em que não é tão óbvio o interesse para além da academia, como biblioteconomia, relações públicas, turismo, jornalismo ou editoração há textos que podem ser lidos nas horas vagas, nas salas de passos perdidos (http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq1712200926.htm).

Alguns exemplos:

Turismo

Gringo na laje, Bianca Freire-Medeiros
“Regiões pobres e segregadas, em geral evitadas pelas elites, são transformadas em atrações turísticas mundo afora. Como compreender esse fenômeno? Trata-se simplesmente de um ‘zoológico de pobre’? Quem são os visitantes e em busca de que fazem esse tipo de passeio? O que pensam as populações visitadas a respeito desses turistas e suas câmeras fotográficas?”

Jornalismo

queda de bagá

 

A queda de Bagdá, Jon Lee Anderson
“Nenhum assunto se tornou mais passional e politizado do que a invasão do Iraque e a queda do regime de Saddam Hussein. A espessa neblina de propaganda, de defensores e opositores da guerra, tem ocultado a realidade do que o povo iraquiano sofreu sob Saddam, e sofre agora.”

O+inverno+da+guerra

 

O inverno da guerra, Joel Silveira
“O inverno da guerra é uma seleção rigorosa dos melhores textos escritos pelo correspondente brasileiro Joel Silveira, em nove meses de cobertura da Segunda Guerra Mundial. […]. Joel chegou à Europa no terrível inverno de 1944, e acompanhou a luta dos brasileiros até a tomada do Monte Castelo. […] descreve momentos cruciais do combate até a rendição alemã, em abril de 45.”

 

O último jornalista :imagens de cinema, Stella Senra
“como tem se construído a imagem do profissional de imprensa ao longo dos anos? É no cinema, nos filmes que representam o mundo do jornal, que estes ensaios buscam uma resposta. Tendo em mente a interface entre jornalismo e cinema, a cumplicidade partilhada pelas duas formas narrativas e de registro, uma variada gama de obras clássicas é examinada: De René Clair a Fritz Lang, de Alexander Mackendrick a Billy Wilder, de Howard Hawks a Antonioni, emergem algumas das principais linhas de força que têm modelado, nos últimos 50 anos, a sua figura: o tempo, o espaço urbano, a escrita, a tecnologia, a vocação, a objetividade.”

negocio dos livrosEditoração

O negócio dos livros: como as grandes corporações decidem o que você lê, André Schiffrin
“Quem decide o que está nas prateleiras das livrarias? Como são negociados grandes acordos internacionais de compra e venda de editoras e livros? O editor André Schiffrin, […], esclarece com análises polêmicas essas e outras questões sobre os bastidores do universo editorial. Uma experiência reveladora que denuncia como os cinco principais grupos de comunicação do mundo têm em suas mãos 80% dos livros editados nos Estados Unidos.”


Os mais emprestados de 2014

19/01/2015

A nossa já tradicional (se é que se pode chamar de tradição uma prática de apenas 3 anos) lista dos mais emprestados traz algumas alterações.

Antes fazíamos duas listas, uma para livros e outra para DVDs. Isso porque não emprestávamos os materiais audiovisuais no sistema automatizado. Desde o ano passado, com a inclusão dos DVDs, revistas e periódicos no sistema de empréstimo automatizado, passamos a fazer uma única lista, como consequência, a lista está mais diversificada, tem livros, DVDs, revistas e periódicos.

O mais emprestado do ano que passou:

Lichtenstein, Jacqueline (Dir). A pintura: textos essenciais.

Originalmente publicado em volume único de 928 páginas. A Editora 34 optou por dividir a obra em 14 volumes. Isso, e o fato de ser indicado para leitura na seleção do programa de pós-graduação em artes visuais contribuem para este título ser o primeiro da lista. A Biblioteca possui os dez primeiros volumes.

2º lugar: Yanaze, Mitsuru Higuchi. Gestão de marketing e comunicação: avanços e aplicações.

Quem já viu nossas listas em anos anteriores vai reconhecer alguns títulos que sempre aparecem, é o caso dos livros dos professores Mitsuru Higuchi Yanaze, Gestão de marketing e comunicação; e Clotilde Perez, Hiperpublicidade.

Na verdade, os professores da Escola estão bem representados:

Perez, Clotilde (Org). Hiperpublicidade.

Nassar, Paulo (Org). Comunicação interna: a força das empresas.

Braga, Debora Cordeiro (Org). Agências de viagens e turismo: práticas de mercado.

Bernardet, Jean-Claude. Cineastas e imagens do povo.

Paulino, Roseli Aparecida Figaro (Org). Comunicação e análise do discurso.

Xavier, Ismail. Sétima arte, um culto moderno: o idealismo estético e o cinema.

Di Felice, Massimo (Org). Do público para as redes: a comunicação digital e as novas formas de participação social.

Machado, Arlindo. A televisão levada a sério.

Smit, Johanna. O que é documentação.

Kunsch, Margarida Maria Krohling (Org). Relações públicas: história, teorias e estratégias nas organizações contemporâneas.

Kunsch, Margarida Maria Krohling (Org). Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas.

Marcondes Filho, Ciro. O rosto e a máquina: o fenômeno da comunicação visto pelos ângulos humano, medial e tecnológico.

Kunsch, Margarida Maria Krohling. Planejamento de relações públicas na comunicação integrada.

O 3º item mais emprestado é a revista Serrote: uma revista de ensaios, ideias e literatura.

Outras publicações periódicas aparecem na lista, aliás isso é uma boa novidade, pois é a primeira vez que tantas revistas aparecem nessa lista, reflexo da inclusão desse tipo de material no empréstimo automatizado:

Revista USP

Significação: revista de cultura audiovisual.

Cahiers du cinema.

Caros Amigos

E na quarta posição temos um filme alemão.

Fassbinder, Rainer Werner (Dir.) Berlin Alexanderplatz (DVD).

Alguns filmes também se repetem todo ano nesta lista, por ex.: Terra em transe, Laranja mecânica, 2001: uma odisseia no espaço etc. Outros filmes da lista:

Rocha, Glauber (Dir.) Terra em transe. (DVD)

Kubrick, Stanley (Dir.) Laranja mecânica (DVD).

Coutinho, Eduardo (Dir). Edifício Master (DVD).

Memórias Cubanas (DVD).

Kubrick, Stanley (Dir.) 2001: uma odisséia no espaço (DVD).

Eisenstein, Sergei (Dir). Ivan, o terrível (DVD).

Rocha, Glauber (Dir). A idade da terra (DVD).

Kubrick, Stanley (Dir.) O iluminado (DVD).

Godard, Jean-Luc (dir.). Acossado (DVD).

 Veja lista com os 50 itens mais emprestados.


Os números do blog em 2014

12/01/2015

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório sobre as atividades do blog da Biblioteca da ECA  ao longo de 2014.

Ficamos bastante felizes em saber que:

A Opera House, em Sidney, tem lugar para 2.700 pessoas. Em 2014, nosso blog foi visto por cerca de 56.000 vezes. Se fosse um show na Opera House, levaria cerca de 21 shows lotados para que muitas pessoas pudessem vê-lo.

Ao longo do ano publicamos 31 posts e nosso blog foi acessado a partir de distintos países, sobretudo a partir do Brasil, Estados Unidos e Portugal.

Para acessar o relatório completo, clique aqui


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 5.824 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: