Como localizar revistas

08/05/2017

As revistas são, separadamente, a maior coleção de nosso acervo: são mais de 70 mil exemplares, divididos em 1645 títulos. Se se considerar os títulos eletrônicos, tudo fica muito maior.

No entanto, encontrar aquele exemplar onde foi publicado o artigo que aparece na bibliografia que você tem em mãos ou saber se a biblioteca tem no acervo Théâtre public ou o jornal Valor Econômico, não é uma tarefa das mais intuitivas.

Revistas são publicações que aparecem em intervalos periódicos regulares (às vezes nem tão regulares), e cada novo exemplar que é publicado recebe um número dentro de uma série, essa informação é importante, pois no Dedalus, para obter um resultado mais preciso quando buscando revistas, é necessário selecionar ‘seriados’ em Base de busca.

Depois de encontrar o título que procura, fique atento à localização dele nas estantes.

No acervo da Biblioteca da ECA as estantes das revistas estão sinalizadas com a cor vermelha na lateral e divididas por assuntos, que resumidamente são as grandes áreas da escola: biblioteconomia, jornalismo, comunicação, teatro, cinema, turismo etc. E dentro dessa classificação, estão organizadas em ordem alfabética, ou seja, ao encontrar a classificação 780 – Música nas estantes, percorra os títulos em ordem alfabética até a letra ‘s’ para encontrar o título usado em nosso exemplo, a revista the Strad.

Manchete, Claudia, Pasquim, O Cruzeiro, os primeiros anos de Veja, Istoé, Carta Capital, entre outros, fazem parte da nossa coleção de revistas antigas, que chamamos de “Coleção Especial“. Esses títulos estão separados da coleção principal de revistas, o acesso é mediado por um funcionário da Biblioteca, e, ao contrário das outras revistas, estas não podem ser emprestadas e nem xerocadas.

Para os títulos eletrônicos valem também as dicas acima, no entanto, na lista de resultados, clique no título desejado para visualizar o registro completo e depois clique no link para acesso ao texto completo.

Mas a opção mais indicada para buscar as revistas eletrônicas é usar o Portal da Busca Integrada, pois os links costumam estar mais atualizados.

Caso precise, peça ajuda a um funcionário.

Anúncios

Doaj, periódicos de acesso aberto

13/05/2013

O número de periódicos de acesso aberto não para de crescer, aqui e acolá surgem serviços que agregam as políticas editoriais para acesso aberto, repositórios de universidades e outras instituições de pesquisa, diretórios de repositórios e de periódicos de acesso aberto. O Doaj, Directory of Open Access Journals, é uma base de dados de periódicos de acesso aberto, estão lá mais de 9 mil periódicos de todas as áreas, e claro, das áreas que nos interessam mais de perto, umas cobertas com mais generosidade, outras nem tanto.

DOAJ  Directory of Open Access Journals

O conceito de acesso aberto inclui a gratuidade e também a permissão para  “ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir”, enfim, acesso integral a textos integrais, sem ter que pagar por isso. Os periódicos de acesso aberto também precisam adotar critérios para manter a qualidade: revisão por pares, ter um corpo editorial etc.

Se por um lado os periódicos de acesso aberto ainda não gozam do mesmo prestígio dos periódicos pagos, “Os artigos científicos publicados de forma aberta recebem, em média, 8% mais citações do que os restritos. Em países em desenvolvimento, como Brasil, Argentina e Rússia, esse percentual chega a 25%.”

Não é só o número de citações que pode ser usado como argumento a favor do acesso aberto. No Doaj o Brasil é o segundo país em número de periódicos adicionados, atrás apenas dos Estados Unidos. Só este ano já foram acrescentados 56 títulos brasileiros, no total são 857 títulos.

Experimente!

Alguns links sobre acesso aberto:

Acesso aberto na USP: http://www.acessoaberto.usp.br/

Em 2010 enviamos um questionário sobre acesso aberto aos nossos professores e publicamos o resultado em nosso blog:  https://bibliotecadaeca.wordpress.com/2010/10/25/panorama-do-acesso-aberto-da-producao-artistica-e-audiovisual-da-eca/

Roar – Registry of Open Access Repositories: http://roar.eprints.org/

Os trechos citados vieram daqui http://www.acessoaberto.usp.br/whatopenaccess/ e daqui http://www.doaj.org/doaj?func=loadTemplate&template=faq&uiLanguage=en.


Revistas da ECA

05/11/2010

Um levantamento feito pela Biblioteca identificou 68 títulos de periódicos editados por departamentos, núcleos ou centros de pesquisas ou alunos da ECA, no período de 1967 a 2010. Foram localizados desde simples boletins datilografados da década de 60, passando por títulos impressos mais elaborados até os atuais que existem somente com acesso online.

Alguns deixaram de ser editados e outros conseguiram se manter até hoje, mas todos deram seu recado em um dado momento da história da ECA.

De qualquer forma, eles mostram o caminho que a escola tem percorrido em busca da formação de pessoas e divulgação de novas formas de expressão.

Para acesso online são hoje 20 títulos:

Agência Universitária de Notícias

Alterjor

Anagrama

Ars

Caligrama

Cinéfilos

Claro!

Comunicação & Educação

Ecanotícias

Existo.com

Jornal do Campus

Matrizes

Notícias do Jardim São Remo

Organicom

Revista Eletrônica de Turismo Cultural

Revista PJ:BR

Sala Preta

Semeiosis

Signos do Consumo

Turismo em Análise



Vários outros títulos estão disponíveis apenas em papel no acervo da Biblioteca. Alguns deles:

Anuário Brasileiro de Pesquisa em Jornalismo (1992 – 1993)

Anuário de Inovações em Comunicações e Artes (1989 – 1992)

Artigo Definido (1998 – 2002)

Atrator Estranho (1993 – 1999)

Babel (1997 – 2007)

Boletim : Grupo de Estudos do Centro de Pesquisas em Arte e Fotografia  (2006 – 2009)

Boletim de Documentação Musical (1977 – 1981)

Boletim do Departamento de Jornalismo (1968 – 1969)

Boletin ALAIC (1989 – 1992)

Brazilian Art Research Yearbook (1992)

Brazilian Communication Research Yearbook (1992 – 1993)

Caderno de Música (1980 – 1988)

Cadernos da ANPAP (1991)

Cadernos de Comunicações e Artes (1971)

Cadernos de Jornalismo e Editoração (ECA) (1970 – 1991)

Cadernos Estética (1989)

Catálogo de Obras de Compositores Brasileiros (1979 – 1981)

Ciência (1980 – 1986)

CJE (1983)

Comunicações & Artes (1970 – 1991)

Editoração (1993)

Extraprensa (1997-2003)

Índice Corrente de Comunicações (1970)

Jeca (2000-2009)

K Comunicação (1970 – 1971)

Nº Zero (1977/78)

Novos Olhares (1998-2005)

Pauperia (1992)

Reproposta (2007)

Resumos Correntes em Comunicações e Artes (1972)

Revista Comunicações & Artes (1994 – 1998)

Revista da Escola de Comunicações Culturais da USP (1967 – 1968)

Revista Música (1990 – 2007)

Risco (2004 – 2009)

Significação (1974 – 2009)

Sul (1986 – 1987)

Theatre Documentation (1968 – 1972)

Uma Questão Editorial (1978 – 1980)


%d blogueiros gostam disto: