Um modelo de TCC

01/07/2019

O momento de elaborar o trabalho de conclusão de curso pode ser angustiante para muitos estudantes. Escolher o tema, levantar referências, pesquisar, ler muito, elaborar um texto na adequada linguagem acadêmica, tudo isso demanda esforço e habilidade. E aí, quando o texto começa a tomar forma (ou até antes disso), o orientador avisa que a formatação não está correta, as referências e citações estão uma bagunça e tudo isso precisa ser feito de acordo com a ABNT.

Onde encontrar, como fazer, qual dos mil documentos que encontramos na internet é o correto? Todas essas informações estão na Biblioteca, claro, não há motivo para pânico. A parte triste é que as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) necessárias para fazer um TCC não são poucas: referências, citações, sumário, resumo, numeração progressiva etc. Muitos alunos correm até a Biblioteca para consultar os trabalhos dos colegas que já passaram por isso, mas a estratégia nem sempre funciona bem. Para não fazer feio, o ideal é consultar as normas mesmo e as Diretrizes USP para elaboração de dissertações e teses, que também servem para TCCs.

Para facilitar um pouco a vida dos alunos nessa fase, pelo menos nos quesitos normalização e formatação, a Biblioteca da ECA elaborou um modelo visual de consulta rápida, com exemplos corretamente formatados de todas as partes do trabalho.

Página de rosto? Veja o exemplo:

Parágrafos, espaços entre linhas, citação com mais de 3 linhas?

O modelo não substitui a consulta às normas, seu objetivo é apenas agilizar a formatação. Se necessário, as bibliotecárias e o bibliotecário estão sempre à disposição para ajudar e tirar dúvidas.

Sugestões serão bem-vindas! Quem tiver alguma, comente neste post ou mande um e-mail para ecabiblioteca@usp.br.

Para acessar e baixar o modelo, clique aqui:

Modelo prático para formatar um TCC

Mais informações na página Normalização do nosso site:

http://www3.eca.usp.br/biblioteca/servi%C3%A7os/normalizacao

Mais dicas sobre TCCs aqui mesmo neste blog:

https://bibliotecadaeca.wordpress.com/2019/04/08/tcc-dicas-orientacao/

https://bibliotecadaeca.wordpress.com/2013/10/29/como-pesquisar-tccs-no-dedalus/

 

 


Tudo sobre o seu TCC

08/04/2019

Quase tudo, na verdade, porque não vamos nos intrometer na parte que cabe aos orientadores. Os cursos da ECA têm até disciplinas que preparam o aluno para a empreitada. Mas vamos dar umas dicas que podem ajudar bastante.

Fontes de informação

Trabalhos acadêmicos exigem referencial teórico. Mesmo quem conhece bem seu objeto de estudo, porque já trabalhou com isso ou porque faz parte de sua história pessoal precisa encontrar na literatura da área o embasamento para desenvolver suas ideias e justificar suas conclusões. Seu orientador vai ajudar, mas você vai precisar fazer buscas em bibliotecas e bases de dados online para encontrar material relacionado ao tema do seu TCC, e não apenas no Google.

foto: Richard Vignola (Flickr)

Consulte o Dédalus para localizar livros, teses e trabalhos de conclusão de curso de todas as bibliotecas da USP. As teses e TCCs mais recentes estão disponíveis em pdf. Veja neste post como se faz para encontrar TCCs no Dédalus. Alguns TCCs em pdf só podem ser abertos e baixados na Biblioteca da ECA. Isso acontece porque o autor não colocou no trabalho a autorização para divulgação ampla pela internet. Não de esqueça de fazer isso no seu TCC, se quiser facilitar a vida dos seus futuros leitores.

Acesse o Portal de Busca Integrada da USP e o Portal de Periódicos da CAPES para encontrar artigos de revistas acadêmicas, com o texto completo disponível para baixar. Alguns conteúdos de um serviço não estão disponíveis no outro, por isso é bom consultar os dois. As revistas e os e-books publicados pela USP, por exemplo, não estão no portal da CAPES.

Quem pretende fazer uma pesquisa mais consistente vai precisar recorrer às bases de dados de artigos de revistas. Pelo Portal de Periódicos da CAPES ou pela lista de Bases de Dados do SIBi, você terá acesso a diversas bases, tanto especializadas em uma área quanto multidisciplinares. Alguns exemplos:

Academic Search Premier – multidisciplinar

Art Full Text – artes visuais, arquitetura, fotografia, cinema

Businnes Source Complete – administração, negócios, marketing, economia, turismo

JStor: multidisciplinar

LISA – Library & Information Science Abstracts – biblioteconomia e ciência da informação

RIPMRetrospective Index of Music Periodicals: música

Scopus: multidisciplinar

Importante: para abrir artigos publicados em revistas pagas pela USP ou pela CAPES em qualquer computador que não seja da USP, você precisa estar conectado à rede VPN ou Eduroam. Veja aqui como fazer isso.

E, por fim, se tudo isso parecer complicado demais, não se esqueça de que você tem à sua disposição as bibliotecárias e o bibliotecário de referência da ECA (Lilian, Marina e Walber), que podem ajudar muito.

Normalização e formatação

Referências? Citações? Notas de rodapé? Tabelas e ilustrações? Sumário? Se essas palavras te provocam medo, náusea ou coceiras, saiba que não é para tanto. Com um pouco de paciência e, se precisar, ajuda da Biblioteca da ECA, vai dar tudo certo.

Em nosso site, na página Normalização, oferecemos alguns materiais de apoio importantes, como as Diretrizes da USP para elaboração de dissertações e teses, que também serve para os TCCs. É um manual preparado por bibliotecários da USP que reúne todas as instruções da diversas normas da ABNT necessárias para elaborar um trabalho acadêmico. Como fazer referência de um artigo online, como e quando usar o apud, está tudo lá.

Se você preferir consultar diretamente as normas da ABNT, fale conosco ou baixe o que precisar pelo site do SIBi, no serviço ABNT – Portal Gedweb.

Alguns pontos importantes sobre citações e referências:

Faça uma única lista de referências, incluindo na mesma ordem todos os documentos citados, sejam livros, artigos, sites ou filmes.

Só inclua na lista de referências os documentos efetivamente citados no texto.

Evite citações de citações (o famoso apud). Procure localizar a fonte original.

Informação oral ou não publicada (algo que você ouviu numa palestra, por exemplo) podem ser citadas, mas não entram na lista de referências. Coloque em nota de rodapé.

Não faça do seu texto uma colcha de retalhos. Procure encadear as citações no seu discurso de forma equilibrada, usando-as, por exemplo,  para fundamentar suas ideias ou justificar suas afirmações.

Ficha catalográfica

A norma da ABNT para trabalhos acadêmicos diz que é necessário ter os dados de “catalogação na publicação” ou seja, a ficha catalográfica. Parece difícil, mas basta preencher um formulário no site da Biblioteca e a ficha sai pronta, na hora, automaticamente. E já com a frase que autoriza a publicação do trabalho na internet.

Depois da defesa

Seu trabalho deve ser encaminhado à Biblioteca pelo seu Departamento, oficialmente, ou seja, acompanhado por um ofício ou documento semelhante. A maioria dos Departamentos adota o critério de nota mínima para enviar os TCCs à Biblioteca.

Se o trabalho for textual, só recebemos em pdf. Entram para o acervo em versão impressa apenas os trabalhos de arte (objetos, gravuras, desenhos, livros de artista etc) ou qualquer trabalho que só possa ser apreciado plenamente em sua expressão física.

 

 


Assuntos dos TCCs de Relações Públicas

10/03/2014

O curso de relações públicas na ECA surge junto com a Escola, começando suas atividades em 1967. Ao lado de Editoração, Jornalismo e Publicidade e propaganda é uma das habilitações da formação em Comunicação Social.

Para o último semestre do curso, a grade curricular sugere a elaboração de um Projeto experimental em relações públicas e um Trabalho de conclusão de curso. O Projex “envolve a realização de um projeto para um cliente real” e não é enviado para a Biblioteca; já o TCC é um trabalho mais teórico e deve ser enviado para a biblioteca. Em nosso acervo temos mais de 3.000 Trabalhos de conclusão de curso. Desses, 265 do curso de relações públicas.

Quando estão fazendo seus TCCs, é muito comum que estudantes venham até a Biblioteca para ver trabalhos feitos em anos anteriores, querem ter uma ideia mais precisa do que é exigido, quais assuntos têm sido discutidos, baixar a ansiedade ou aumentá-la!

Com base na nossa indexação (representação do assunto de um documento a partir de termos extraídos do Vocabulário controlado da USP), mostramos os assuntos preferidos entre os alunos de RP.

Comunicação organizacional é, de longe, o assunto que mais deu pano pra manga nos trabalhos de graduação. Nada menos que 62 trabalhos tratam desse assunto.

Planejamento de relações públicas aparece em 25 trabalhos; Relações públicas como profissão aparece em 18 trabalhos.

O termo Empresas foi usado para indexar 17 TCCs. Aqui uma curiosidade: pelo menos 35 organizações aparecem como assunto em TCCs de RP. Empresas ou instituições públicas, como Abril, Itaú, Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo, Diageo, General Motors, Olympia, etc. O interesse dos alunos pelas empresas, em parte, é fruto de muitos estagiarem ou trabalharem numa delas.

Alexandre Ratner Rochman, aluno de relações públicas que estudou os TCCs de sua área disponíveis na Biblioteca da ECA até 1999, fez as contas e percebeu que a maioria desses trabalhos que têm empresas como assunto, são do tipo estudo de caso. Ele diz que 37% dos TCCs são desse tipo e notou também “a orientação dos formandos para o mercado, ainda que o TCC possua, como já visto, um caráter mais acadêmico.”

Outros assuntos que despertaram atenção: Ação social, 13 trabalhos; Relações públicas governamentais, 11; Marketing cultural e Público interno, 10 cada um; Atendimento ao cliente e Organizações não-governamentais, 9 cada.

Relação de assuntos dos TCCs de RP

Trabalho citado: ROCHMAN, A. R. TCC de TCC’s: uma análise dos trabalhos de conclusão de curso de relações públicas da ECA/USP. 2001. 57 p.


Livros-reportagem

02/12/2013

Notícia, nota, perfil, entrevista são formas usadas pelo jornalismo para relatar os acontecimentos da atualidade. A reportagem é outro gênero informativo do jornalismo, talvez um dos mais valorizados, visto que frequentemente aparece como sinônimo de jornalismo de qualidade e até mesmo era dito, não faz muito tempo, que seria uma forma do jornalismo impresso assegurar sua existência face à avalanche da internet.

No entanto, a mídia impressa tem priorizado textos mais curtos e cede espaço para a publicidade. Assim, a reportagem, ou a grande reportagem, a sua versão mais valorizada, perde mais e mais espaço.

Se nas publicações periódicas a grande reportagem perde espaço para a publicidade e para a brevidade dos tempos atuais, na forma de livro ela tem encontrado todo o espaço de que precisa; é o que indicam o número de títulos disponíveis e o interesse do público.

O livro-reportagem traz grandes reportagens feitas para serem publicadas em livro, com um tratamento mais aprofundado que o costumeiramente encontrado nas publicações periódicas. Edvaldo Pereira Lima diz que o que diferencia o livro-reportagem de outros livros são três condições essenciais: o conteúdo, que deve corresponder ao real, ao factual; o tratamento da linguagem, da montagem e edição que deve ser eminentemente jornalístico; e a função, que deve ser informar, orientar, explicar.

Quando falamos de livro-reportagem aqui, não se trata apenas do livro enquanto objeto físico, mas sim de um gênero discursivo do jornalismo. No acervo da Biblioteca da ECA temos vários exemplos de livros-reportagem apresentados em formato monográfico, entre outras coisas, porque essa é uma das formas usadas pelos alunos de jornalismo para apresentarem seus Trabalhos de conclusão de curso. Veja a lista de TCCs.

rota 66Além dos TCCs que são livros-reportagem temos muitos livros no acervo que são classificados nesse gênero discursivo, caso de alguns bastante apreciados pelo nosso público, como atestam números de circulação de títulos como Rota 66, de Caco Barcellos ou O olho da rua, de Eliane Brum. O livro de Caco Barcellos trata de assassinatos cometidos pela equipe 66 das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar, mais conhecidas como Rota e das quais você já deve ter ouvido falar na boca de certo político paulistano, que pedia a “rrota na rrua”.

É possível retirar uma listagem desse material pelo Dedalus, basta digitar livros-reportagem no campo de busca e restringir a busca ao campo assunto. Nesse caso serão recuperados também obras que têm o livro-reportagem como assunto. Veja alguns títulos de Livros.

Duas indicações de leitura sobre o assunto disponíveis na Biblioteca:

Lima, Edvaldo Pereira. Páginas ampliadas: o livro-reportagem como extensão do jornalismo e da literatura. Localização: 070.43 L732p

Ferreira, Carlos Rogé. Literatura e jornalismo, práticas políticas: discursos e contradiscursos, o novo jornalismo, o romance-reportagem e os livros-reportagem. Localização: 070 F383l


Como pesquisar TCCs no Dedalus

29/10/2013

Com certa frequência alunos de graduação  que estão elaborando seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) vêm à Biblioteca pesquisar por TCCs de outros estudantes do mesmo curso.

Para muitos, esta é uma possibilidade de observar aquilo que é exigido em uma monografia de conclusão de curso, sua formatação, quais  temas vêm sendo discutidos bem como as diferentes abordagens.

A Biblioteca da ECA mantêm no acervo todos os TCCs que são enviados pelos Departamentos da Escola. A partir de meados dos anos 2000 passamos a receber somente a versão digital dos TCCs, que pode ser acessada por meio do Dedalus.

Neste post  iremos mostrar como pesquisar por TCCs,  sejam eles impressos ou digitais, quando você não sabe o nome do autor ou o título, mas está interessado em conhecer os TCCs de seu curso de uma forma mais ampla.

Na página inicial, em “Campo para busca” selecione a opção “Notas”

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Digite um termo que represente o Departamento de seu curso de graduação (Ex: Música, Biblioteconomia, Artes Plásticas, Artes Cênicas)

Na parte inferior da tela em “tipo de material” selecione a opção “trabalho de conclusão de curso – tcc”. Se desejar, também é possível delimitar a pesquisa por ano. Veja na figura abaixo

clique para ampliar

clique para ampliar

Após clicar em “ok” serão apresentados os registros recuperados.

 Se interessar, é possível salvar  ou enviar para um  email a lista com todos os registros. Para isto clique na opção “Salvar/email” no topo da tela

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Basta seguir as instruções que surgirão e salvar um arquivo em word ou receber via email.

Este caminho para pesquisa, na realidade, recupera os registros pelo Departamento e não pelo curso. Assim os resultados somente serão representativos de um único curso de graduação na medida em que o Departamento possuir apenas um curso como:  CMU – somente Música, CBD Biblioteconomia etc. Para departamentos com mais de um curso, como o  CJE (Jornalismo e Editoração), o CRP (Relações públicas, Propaganda e Turismo) etc., a busca recupera monografias de todos os cursos correspondentes ao Departamento.

Uma dica importante: Muitas vezes para refinar nossas pesquisas, selecionamos  em “Base para busca” o nome da Biblioteca em que procuramos o material. Porém este recurso não funciona com itens digitais. Logo, na pesquisa de TCCs não utilize, a menos que esteja somente pesquisando pelos TCCs impressos.

Qualquer dúvida, basta falar com um bibliotecári@

*Post atualizado em 07 mar. 2014*


%d blogueiros gostam disto: